Roberto Azevedo

O jornalista Roberto Azevedo tem 39 anos de profissão, 17 deles dedicados ao colunismo político. Na carreira, dirigiu equipes em redações de jornal, TV, rádio e internet nos principais veículos de Santa Catarina.


Roberto Azevedo Compartilhar
Alinhamento conservador

Julia Zanatta acirra debate sobre armas e lulistas reagem

Postagem nas redes sociais foi interpretada como ameaça a Lula

• Atualizado

Por

Foto: reprodução/redes sociais
Foto: reprodução/redes sociais

Conhecida apoiadora da flexibilização do urso de armas, inclusive de calibre pesado, a deputada federal Julia Zanatta (PL) já havia garantido mais uma polêmica nas redes sociais junto aos apoiadores do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) quando esteve no fim de semana em Blumenau e Gaspar, no Vale do Itajaí (foto), e voltou a defender a concessão de novos registros de clubes e escolas de tiro e também de novos registros para colecionadores, atiradores e caçadores, os Cacs, suspensos por um decreto do governo federal.

A mais bolsonarista das parlamentares catarinenses, com fortes ligações com a família do ex-presidente, principalmente o filho Eduardo (PL-SP), colega de Câmara dos Deputados, com quem visitou feiras e encontros nos Estados Unidos, nos últimos anos, boa parte promovida pelo National Rifle Association (NRA), a maior associação pró-armamentista norte-americana, publicou em uma rede social uma foto em que aparece empunhando um armamento pesado e uma camisa em que há um pedido com uma gravura de uma mão com quatro dedos e três furos do que se assemelha a balas.

Reprodução/Redes Sociais
Reprodução/Redes Sociais

Na blusa, a expressão Come and take it (Venha e tome), que tem origem histórica na Batalha das Termópilas, proferida pelo rei espartano Leônidas I como uma resposta desafiadora e última resistência à rendição exigida pelo Exército Persa (em 480 A.C), e, mais tarde em 1778, em Fort Morris, na província da Geórgia, quando uma manobra tática dos americanos que lutavam pela consolidação da Independência, adiou em quase um ano o ataque vitorioso das forças britânicas.

Apoiadores do presidente consideram grave a manifestação

Integrantes da esquerda e apoiadores de Lula viram na simbologia da mão uma ameaça ao presidente e prometem retaliar no Congresso, ir às últimas consequências contra a parlamentar catarinense, que, de longe, não está sozinha nesta empreitada, mas agora ficou exposta em demasia.

A resistência sobre o armamento sempre foi esperada pelo Planalto, o gesto, no entanto, ganhou outra conotação e há manifestações que pedem do enquadramento por quebra de decoro à criminalização da postagem.

Julia foi perguntada pela coluna sobre o episódio, mas não se manifestou até esta publicação entrar no ar neste domingo (19).

A deputada tem apoio em todas as regiões do Estado e do país ao pleito sobre o armamento e, agora, igualmente sobre a redução de compras de munição, outra medida do governo federal, sobre a qual lança críticas junto com alertas para a manutenção de empregos além de cobrar segurança jurídica para o setor.

Confira o comentário

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×