Clayton Ramos

Jornalista com 30 anos de carreira e apresentador do Primeiro Impacto SC.


Clayton Ramos Compartilhar
Na mira do MPSC

MP pede informações a Prefeitura sobre internação involuntária em Florianópolis

MPSC recomenda que a Prefeitura cumpra a lei de internação involuntária e de pessoas em situação de rua

• Atualizado

Por

Foto: Pixabay / Reprodução
Foto: Pixabay / Reprodução

O Ministério Público de Santa Catarina, através da 30ª Promotoria da Capital, encaminhou uma recomendação para a Prefeitura de Florianópolis, para que, em um prazo de até de 20 dias, possa organizar serviços públicos na área da Assistência Social e Saúde e esclareça sobre a internação involuntária.

Além disso, o MPSC recomenda que a Prefeitura cumpra a lei de internação involuntária e de pessoas em situação de rua. De acordo com o promotor de Justiça Daniel Paladino, o Ministério Público não está sendo comunicado sobre as internações e tem recebido informações sobre a falta de acompanhamento adequado.

Em nota, a Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, informou que recebeu Notícia de Fato para comparecimento em reunião com o Ministério Público de Santa Catarina marcada para o dia 22 de maio, tendo a entidade estadual transferido o encontro para dia 29. “A Secretaria Municipal de Saúde está à disposição do Ministério Público para esclarecimento sobre quaisquer dúvidas e informações requeridas acerca da lei 11.134, referente aos casos de internação involuntária”, diz a nota.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Fale Conosco
Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×

    Este site é protegido por reCAPTCHA e Google
    Política de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam.