Rádio Clube Compartilhar
Mandados não cumpridos

Servidor é preso temporariamente por suspeita de corrupção em Lages

Os militares devem responder ao processo da corregedoria em liberdade

Por

• Atualizado

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um servidor da Comarca de Lages foi preso temporariamente por suspeita da prática dos crimes de associação criminosa, corrupção passiva, corrupção ativa e falsidade ideológica. A Justiça Criminal da comarca de Lages decretou a prisão temporária, por cinco dias, do servidor e de outras duas pessoas, todos investigados.

O pedido do Ministério Público diz que o servidor, na função de coordenador da Central de Mandados, obtinha valores de diligências de mandados não cumpridos em ações de busca e apreensão.

Também foi pedida a suspensão do exercício da função pública do servidor e o bloqueio de senhas de uso pessoal, de sistemas internos e externos vinculados ao Poder Judiciário, além da quebra de sigilo bancário. O processo tramita em segredo de Justiça.

A direção do Fórum da comarca de Lages solicitou ao Tribunal de Justiça a abertura de procedimento disciplinar para apurar a conduta do servidor no âmbito administrativo, que deverá ser aberto nos próximos dias.

>>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK.

publicidade
publicidade

Veja mais