Rádio Clube Compartilhar
Direito Animal

Correia Pinto se compromete a aplicar medidas para a proteção animal

Após ônibus escolar do município atropelar e matar cadela, promotoria de justiça passará a normatizar ações de proteção animal

Por

• Atualizado

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Município de Correia Pinto confirmou que irá acatar as recomendações feitas pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) visando à aplicação das políticas públicas voltadas aos animais. O poder público se comprometeu a adotar várias medidas para regulamentar a castração, o acolhimento, a vacinação, o controle de zoonoses, a punição por maus-tratos e a circulação de veículos de tração animal.

No último dia 22 de junho, um ônibus escolar municipal ocupado por estudantes atropelou uma cadela em plena luz do dia, e o motorista não parou para prestar socorro. O animal foi levado para uma clínica veterinária pelo tutor, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O episódio foi filmado por uma câmera de monitoramento e circula nas redes sociais. O Município divulgou uma nota informando que tomará providências em relação à conduta do motorista.

“A recomendação encaminhada propõe a criação de uma política pública efetiva para a população de animais, especialmente cães que vivem em condições degradantes e soltos nas ruas, englobando desde ações de bem-estar animal até o recolhimento seletivo de cães doentes feridos, maltratados e agressivos que estejam em sofrimento ou ameaçando a saúde da população”, diz a Promotora de Justiça da Promotoria de Correia Pinto, Mariana Mocelin.

O documento solicita, ainda, a responsabilização dos tutores pelo recolhimento dos dejetos; a normatização da criação, da guarda e do comércio de animais; a interrupção de métodos de controle baseados no extermínio indiscriminado; a criação de estruturas adequadas para receber animais doentes, feridos e maltratados; a destinação correta dos corpos de animais mortos por eutanásia, acidente ou qualquer outra causa; e a promoção de campanhas de adoção de cães e gatos.

>>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK

publicidade
publicidade

Veja mais