Política Compartilhar
Reabertura dos trabalhos

AO VIVO: No retorno da Alesc, Jorginho Mello faz leitura de mensagem aos deputados

Evento marca a reabertura dos trabalhos legislativos.

• Atualizado

Redação

Por Redação

Foto: Agência AL
Foto: Agência AL

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) retoma as atividades parlamentares nesta terça-feira (6). A primeira sessão de 2024 será realizada no Plenário da Casa, a partir das 14h. O evento marca a reabertura dos trabalhos legislativos.

Na sessão, o governador Jorginho Mello vai apresentar aos deputados a mensagem anual do chefe do Poder Executivo, ato previsto na Constituição do Estado. Assista ao vivo:

Entre os assuntos a serem abordados estão as expectativas sobre as matérias que deverão tramitar na Alesc nos próximos meses, além de pautas abordando o desempenho da economia catarinense e investimentos do Poder Executivo.

Projetos em tramitação na Alesc:

De acordo com a Diretoria Legislativa da Casa, mais de 600 projetos estão em tramitação, matérias que serão avaliadas pelos deputados ao longo do ano. Novas proposições já foram apresentadas durante o mês de janeiro. Elas são relacionadas a áreas como transporte, meio ambiente e tributação.

Um dos assuntos que deve mobilizar os parlamentares é a segurança no ambiente escolar. O tema segue na pauta de debates da Alesc, com a análise de propostas apresentadas em 2023 pelo Integra, o Comitê Integrado para Cidadania e Paz nas Escolas. As iniciativas tratam de questões como infraestrutura, monitoramento, programas de formação para professores e outros profissionais. São resultado de um trabalho desenvolvido pelo Poder Legislativo em parceria com mais de 30 instituições, entidades e órgãos.

Além disso, em 2024 a Alesc celebra 190 anos de fundação e também os 35 anos de promulgação da Constituição estadual.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×