Cotidiano
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Cotidiano Compartilhar
Comércio

Compras on-line são o destaque deste ano para o Dia das Crianças

Vendas nessa modalidade triplicaram comparando com o mesmo período do ano passado

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Compras on-line são o destaque deste ano para o Dia das Crianças
Foto: Carolina Fernandes.

Uma pesquisa da Fecomércio mostrou que a forma de comprar presentes para o Dia das Crianças mudou em função da pandemia. O estudo aponta que o destino de compra dos catarinenses continua sendo o comércio de rua (62,8%) e os shoppings centers (16,3%), mas a participação deles recuou esse ano, enquanto as compras on-line triplicaram (9,8%) comparado com o ano de 2019. A pesquisa foi realizada com 1.121 pessoas nas cidades de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Joinville, Lages e Itajaí durante o mês de setembro.

“A compra online vem se consolidando em todas as datas comemorativas de 2020. A data do dia 12, assim como o dia dos pais ou das mães, é uma data que se usa menos a internet para realizar as compras, porém o aumento desta prática este ano ficou evidenciado”, constata Leonardo Régis, analista econômico da Fecomércio.

A mudança na forma de consumo já está sendo identificada pelos lojistas. Em uma grande loja de departamentos da região central da capital as compras on-line subiram cerca de 80% este ano.

As vendas on-line subiram. Foto: Banco de Imagens.

“As vendas online deram uma alavancada na saída dos produtos da loja. Muitas pessoas ainda não tinham o hábito de fazer as comprar de casa, mas durante a pandemia tiveram que aprender. Isso tem ajudado bastante. Outubro é um mês forte para nossa loja, mesmo com a pandemia nossa expectativa é boa. A melhora do cenário da doença aqui em Florianópolis também nos deixa otimista, já que as pessoas se sentem mais seguras para sair de casa e vir comprar”, afirma Gean Moser, gerente da loja.

E a sensação de segurança pôde ser vista na fila de pessoas que esperava do lado de fora da loja. Seguindo o distanciamento necessário e o limite de pessoas no interior do estabelecimento, a procura por presentes foi grande durante o sábado (03), chuvoso da capital. Eriton Vieira veio de Itapema até Florianópolis com a família para conferir os preços.

“Geralmente as pessoas deixam para comprar os presentes na última hora, por isso nos antecipamos para evitar as aglomerações”. O filho mais velho já decidiu. O presente desse ano vai será um avião. “Eles sempre esperam por essa data. É o dia deles, temos que comemorar”, conclui Vieira.

No outro andar da loja, que esse ano tem 70% dos artigos voltados para as crianças, Júlia Faria, de 10 anos, fala sobre a importância de ganhar um presente esse ano.


“É bom para se distrair. Porque a gente fica muito preso dentro de casa com essa pandemia. Vou levar um boneca!”, comemora.


Os brinquedos continuam sendo os itens mais procurados. Na pesquisa 47,3% dos catarinenses pretendem presentear seus filhos com esse artigo. Roupas (27,4%) e calçados (6,8%) vem nas próximas posições.

“Apesar do aumento na modalidade de compra online, a média de gastos demonstrou redução. Essa diminuição no entanto foi menor do que o esperado. Ela ficou em 4,1%, o que demonstra que houve, em relação às datas comemorativas anteriores, um princípio de melhora por parte dos consumidores”, declara o analista da Fecomércio.

Mesmo com a expectativa melhor para esta data, promoções e preços serão levados em conta na hora da compra. A maioria (73,1%) pretende fazer pesquisa de preço antes de comprar. E embora esse ano o feriado do dia 12 de outubro caia em uma segunda-feira, esticando o fim de semana, 65,8% não pretendem realizar nenhum passeio na data, seguindo as medidas de isolamento social impostas pelo novo coronavírus. Por isso, Daniela Silva, mãe de cinco filhos, pretende presenteá-los na data.

“Meus filhos já tem mais de 25 anos, mas eu sempre presenteio, nem que seja com uma lembrancinha, uma meia. Para mim, meus filhos sempre serão eternas crianças”, declara.

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais