Futebol
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Futebol Compartilhar
Futebol

Conference League: Roma vence Feyenoord por 1 a 0

Técnico português alcança o feito de se tornar o único treinador campeão das três competições de clubes da Uefa

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Conference League: Roma vence Feyenoord por 1 a 0
Foto: @ASRoma_Brasil / Redes sociais

via SBT Sports

“Final não se joga, se vence”. Uma vez mais, a velha máxima de José Mourinho foi colocada em prática. Nesta quarta-feira (25), em Tirana, na Albânia, a Roma do treinador português foi absolutamente pragmática para conquistar a primeira edição da Conference League, terceiro torneio no escalão das competições de clubes da Uefa. O gol que deu o título ao time italiano diante do Feyenoord foi marcado por Zaniolo, no primeiro tempo da decisão.

Com a conquista, a Roma levanta um troféu internacional pela primeira vez na história. A taça referenda ainda mais a carreira de José Mourinho, que se tornou o primeiro treinador a conquistar Champions League, Europa League e Conference League. O título garante o clube italiano na próxima edição da Liga Europa.

Fique de olho: no próximo sábado (28), o SBT e o site SBT Sports farão uma supercobertura do duelo mais aguardado da temporada europeia, a final da Champions League. O pré-jogo da partida entre Liverpool e Real Madrid vai começar a partir das 14h15. O telespectador poderá acompanhar tudo na tela do SBT e também aqui no site SBT Sports.

O jogo

Os dois times iniciaram a decisão com muita cautela. De um lado, a Roma se defendia com uma linha de cinco, com Karsdorp e Zalewski fechando os espaços com o trio de zagueiros; do outro, o Feyenoord demonstrava bastante rapidez na recomposição defensiva, o que dificultava o jogo ofensivo dos italianos.

Na metade da primeira etapa, a equipe holandesa chegou a bater 62% de posse de bola. Em uma dessas tentativas de criação, o Feyenoord perdeu a redonda no campo de ataque e a Roma saiu em velocidade. O atacante Abraham foi contido pelo zagueiro Trauner, que foi amarelado pelo romeno Istvan Kovacs.

Aos 31 minutos, o time de José Mourinho conseguiu abrir o placar com Zaniolo, que recebeu lançamento de Mancini e deu um pequeno toque por cima, na saída do goleiro Bijlow. A abertura do placar mudou a final em Tirana. Na sequência, a Roma chegou com perigo em bola aérea e, um minuto depois, os jogadores das duas equipes se envolveram em uma pequena confusão.

Nos últimos minutos, Kokcu arriscou de fora da área e exigiu uma defesa em dois tempos do português Rui Patrício. O time de Rotterdam seguiu no campo de ataque até o fim da primeira etapa, mas não conseguiu mexer no marcador. O primeiro tempo terminou com vantagem da Roma.

O time de Arne Slot voltou com tudo para os últimos 45 minutos. Logo na volta do jogo, a trave de Rui Patrício foi carimbada em um corte ruim do zagueiro Mancini e, no lance seguinte, o meia Til exigiu uma grande defesa do arqueiro português, que mandou a redonda para escanteio. Três minutos depois, a nova chegada do Feyenoord resultou em um chute forte de Malacia, desviado por Rui Patrício antes de tocar na trave. A equipe de Rettordam foi avassaladora nos instantes iniciais da segunda etapa.

Em desvantagem, os holandeses mudaram pela primeira vez com a entrada de Toornstra na vaga de Til. Mourinho respondeu ao movimento do time de Rotterdam com duas alterações: Veretout e Spinazzola foram a campo, enquanto Zaniolo e Zalewski foram sacados. Com as mudanças, a Roma passou a ter mais força defensiva, ao passo que o Feyenoord permaneceu com as linhas altas, no campo de ataque.

Fechada em uma formação tática 5-3-2, a Roma aguardou pelo Feyenoord. O time holandês tentou jogadas pelo lado e também por dentro, mas parou na organização defensiva da equipe italiana. Em uma escapada rápida, o clube da capital italiana levou perigo com Pellegrini, que bateu forte para uma defesa de Bijlow. A reta final foi de desespero para o time de Rotterdam, que não conseguiu encaixar uma boa chance. Segura na defesa, a Roma confirmou o título mostrando as impressões digitais de José Mourinho.

FICHA TÉCNICA

ROMA 1×0 FEYENOORD

Local: National Arena, Tirana – Albânia
Data: 25/05/2022
Árbitro: Istvan Kovacs (ROM)
Assistentes: Vasile Florin Marinescu (ROM) e Ovidiu Artene (ROM)
VAR: Marco Fritz (ALE)
Cartões amarelos: Pellegrini e Rui Patrício; Trauner.
Gols: Zaniolo, aos 31 do primeiro tempo.

ROMA: Rui Patrício; Mancini, Smalling e Ibañez; Karsdorp (Viña), Mkhitaryan (Sérgio Oliveira), Cristante e Zalewski (Spinazzola); Zaniolo (Veretout), Pellegrini e Abraham (Shomurodov). Técnico: José Mourinho.

FEYENOORD: Bijlow; Geertruida, Trauner (Pedersen), Senesi e Malacia (Jahanbakhsh); Til (Toornstra), Aursnes e Kokcu (Walemark); Nelson (Linssen), Dessers e Sinisterra. Técnico: Arne Slot.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais