Cotidiano Compartilhar
Pronunciamento

Athletico-PR repudia atos racistas e inicia investigação de casos

Furacão divulga nota oficial em que confirma estar à disposição das autoridades para identificar autores de gesto criminoso

Por

• Atualizado

Athletico-PR repudia atos racistas. Foto: Reprodução/Twitter (@AthleticoPR)
Athletico-PR repudia atos racistas. Foto: Reprodução/Twitter (@AthleticoPR)

O Athletico-PR se pronunciou nesta segunda-feira (01) sobre os atos racistas ocorridos na partida contra o São Paulo, nesse último domingo (31), pelo Campeonato Brasileiro. O Furacão repudiou os gestos criminosos realizados por torcedores e se colocou à disposição das autoridades para solucionar o caso.

No comunicado, o Athletico-PR confirma que o clube tomou conhecimento sobre os atos ocorridos na vitória por 1 a 0 em cima do São Paulo. O Tricolor denunciou dois casos de racismo: o primeiro foi sofrido por um funcionário da equipe, enquanto o segundo foi em direção à torcida são-paulina.

O Atlético-PR se comprometeu a cooperar com as autoridades para identificar os autores  dos gestos criminosos de racismo. Nas redes sociais circula um vídeo em que é possível notar uma mulher imitando um macaco para torcedores são-paulinos.

Confira o comunicado oficial divulgado pelo Athletico-PR:

“O Club Athletico Paranaense tomou conhecimento sobre as acusações de racismo na partida deste domingo (31), diante do São Paulo.

O Club já está adotando medidas para identificar o que foi objeto de acusação e compromete-se a fornecer as imagens que têm do estádio para apuração do ocorrido pelas autoridades competentes.

O Athletico Paranaense novamente vem manifestar publicamente que repudia veementemente quaisquer atos de racismo e reitera que não tolera e nunca tolerará comportamentos racistas dentro da instituição.

Se verificado que houve algum ato criminoso ou desrespeitoso praticado por Sócio, submeterá a questão para Câmara de Ética e Disciplina.”

>>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK.

publicidade
publicidade

Veja mais