×
×

Escolha sua região:

Domingo, 24 de outubro de 2021. Santa Catarina Mude de região ▼
MENU
O portal da notícia
em Santa Catarina.
BUSCAR
Tempo
MENU
BUSCAR
Tempo
publicidade
block/article/header
Tempo Compartilhar

Ninguém ficou ferido

Três imóveis afetados por deslizamentos em Jaraguá do Sul passam por avaliação da Defesa Civil

Além disso, houve registros de quedas de árvores e outras ocorrências sem gravidade.

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Três imóveis afetados por deslizamentos em Jaraguá do Sul passam por avaliação da Defesa Civil
Foto: Prefeitura de Jaraguá do Sul | Divulgação

Nesta sexta-feira (22), técnicos da Defesa Civil de Jaraguá do Sul vistoriaram locais danificados por deslizamentos ocorridos nas últimas horas. Conforme o diretor de Defesa Civil, Hideraldo Colle, três casas tiveram danos ocasionados por deslizamentos. Além disso, houve registros de quedas de árvores e outras ocorrências sem gravidade.

Um dos casos mais graves ocorreu na Rua José Salai, Bairro São Luís, onde parte de um terreno deslizou junto com o muro de uma residência e danificou a piscina. O proprietário disse que há alguns dias percebeu uma pequena rachadura no muro, que se agravou na tarde desta quinta-feira (22). No período da noite, o muro caiu, devido ao deslocamento do terreno, que deixou um desnível de aproximadamente 1,5 metro. Trata-se da área verde do loteamento, onde os vizinhos cuidavam e cultivavam árvores frutíferas. Conforme a geóloga Germaine Aline Bernhardt, o terreno precisará ser estabilizado para que não haja riscos aos imóveis no entorno.

Outros deslizamentos

Em outro caso de deslizamento, na Rua Procópio Pereira Lima Júnior, uma encosta atingiu os fundos de duas residências. Conforme o proprietário da mais atingida, o estrago só não foi maior porque o barro que desceu atingiu a piscina antes de chegar à área de festa e interna do imóvel. No entanto, com a queda da barreira na piscina, a água provocou uma ‘onda’ que invadiu a casa. Parte do mesmo barranco caiu sobre o telhado da casa vizinha. “Neste caso, vamos analisar os projetos dos loteamentos e estudar uma alternativa para minimizar os riscos de novos deslizamentos”, informa a geóloga.

O diretor Hideraldo Colle informa que um deslizamento na lateral da Rua Amandus Rengel, no Rio Cerro, deixou em risco uma das pistas desta via, na lateral do rio. “Se o tempo permitir, na próxima segunda-feira (25), iniciaremos a construção de um enrocamento entre o rio e o asfalto. O local está sinalizado, mas pedimos atenção aos motoristas que trafegam naquela região”, destaca o diretor.

Ainda segundo ele, ninguém ficou ferido em ambas as ocorrências. A geóloga da Defesa Civil considera que o número de ocorrências no município nesta semana foi relativamente baixo, considerando o volume de chuvas registrado. “Em 72 horas, tivemos um acumulado de 140 milímetros, deixando o solo saturado e com risco elevado para deslizamentos”, conclui. Já o diretor de Defesa Civil, Hideraldo Colle, diz que a previsão é de instabilidade climática até a próxima terça-feira (26), pelo menos, com períodos de sol e pancadas de chuvas entre a tarde e noite. “Como o solo já está encharcado, pedimos que os moradores de encostas fiquem em alerta e sempre observando as movimentações das árvores, postes e eventuais rachaduras nos imóveis”, finaliza.


>> Para receber as informações mais importantes do dia pelo WhatsApp, gratuitamente, basta clicar AQUI!

>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM FACEBOOK.

query/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news