Cotidiano Compartilhar
Final feliz

Sino histórico de igreja em Biguaçu é recuperado

O objetivo havia sido furtado na última quinta-feira (08)

• Atualizado

Beatriz Agnes

Por Beatriz Agnes

Foto: divulgação | cedido.
Foto: divulgação | cedido.

Neste sábado (10), o sino da igreja São Miguel, em Biguaçu (SC), foi recuperado pela polícia. O objeto foi um presente do imperador Dom Pedro II, em 1845, durante sua visita em Santa Catarina.

O sino que havia sido furtado na última quinta-feira (08), foi localizado em um terreno baldio, no Distrito Industrial da cidade de São José.

Nas redes sociais, a Paróquia São João Evangelista informou que aguardam os processos internos da Polícia Civil. E, na próxima semana o sino retornará para Biguaçu.

Ao Portal SCC10, o padre Ewerton explicou que, o sino não vai retornar para a igreja de São Miguel por enquanto, pois precisa ser ajustado para poder ser recolocado no lugar. Também irão ver a questão da segurança do local. Mas, estão alegres com a recuperação do objeto.

Relembre o caso

Por: Izabela Piazza

O sino da igreja São Miguel, em Biguaçu (SC), foi roubado nesta quinta-feira (8). O SCC10 entrou em contato com a assessoria da Prefeitura que foi quem acionou a Polícia Militar:

“Fomos nós que procuramos a Polícia Militar junto com o padre Ewerton, responsável pela paróquia. Estamos a par e contribuindo nas investigações com o que pudermos. Nosso esforço está concentrado nisso. Era um material histórico que estava lá”, informou.

Ainda de acordo com a assessoria, o secretário de Cultura, Esporte, Turismo e Lazer, Davi Nunes, está junto com os órgãos competentes investigando a situação para elucidar o caso e devolver o sino para o local de origem.

“A gente, enquanto secretaria, teve ciência do furto na quinta-feira (8) no início da tarde. Nós informamos alguns órgãos oficiais para falar referente ao furto, por enquanto sem notícias, mas seguimos averiguando”, explicou o secretário.

O padre não compreende como a pessoa conseguiu roubar o sino por conta do tamanho e do peso, mas ressalta que as investigações estão seguindo e as informações foram passadas para o IPHAN, que cadastrou entre os bens que estão sendo procurados.

“É uma perda histórica, mas também da própria vivência religiosa por chamar o povo para a vida de fé na Santa Missa”, afirmou o padre. O sino era tocado todos os domingos antes da missa e foi doado por Dom Pedro II.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×