Cotidiano
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Cotidiano Compartilhar
Relembre

Retrospectiva 2020: fatos que marcaram o ano

Confira os momentos que marcaram de janeiro a dezembro de 2020.

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Retrospectiva 2020: fatos que marcaram o ano
Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

O ano de 2020 foi intenso, não há como negar. Com a chegada da Covid-19 ao país, os brasileiros precisaram mudar os planos. Durante a pandemia, foi preciso se reinventar e tentar aprender a viver no meio das incertezas. Os catarinenses também enfrentaram graves fenômenos da natureza ao longo deste ano, que resultaram em destruição e muita tristeza. 

Os carros ganharam placas novas, de acordo com o padrão Mercosul. O Brasil ganhou mais 1,6 milhão de habitantes em um ano e o lobo-guará estampou a nova nota de R$ 200. E em outubro, o SCC 10 foi ao ar pela primeira vez. Relembre 2020:

JANEIRO:

  • Cerveja contaminada causou mortes em Minas Gerais

No começo de janeiro, foram registradas as primeiras vítimas de lotes contaminados com dietilenoglicol da cerveja Belorizontina, da Backer, em Minas Gerais. De acordo com a secretaria de saúde, via Agência Brasil, os pacientes apresentaram uma rápida deterioração do estado de saúde: em média, em dois dias e meio depois de sentir os primeiros sintomas, as pessoas contaminadas tiveram que ser internadas. Ao todo, dez pessoas morreram e 16 tiveram sequelas.

Foto: Divulgação.
  • Placas do Mercosul

No dia 31 de janeiro, as placas com padrão Mercosul começaram a valer no Brasil.  O novo modelo conta com quatro letras e três números, o antigo com três letras e quatro números.

Foto: Mercosul / Divulgação.
  • OMS declarou estado de emergência global por conta do novo coronavírus

A OMS fez o anúncio em sua sede, em Genebra, na Suiça, após uma reunião com especialistas. Até a data (30/01), tinham sido contabilizados 7,7 mil casos e 170 mortes na China. Em outros 18 países, tinham registro de 98 casos, apenas.

Foto: PIXABAY.

A cidade de Wuhan era considerada o foco do surto de coronavírus. Local onde, uma família de Palhoça estava e não recebeu permissão para voltar do Brasil. Hui Zhang e a filha Isabela Lassalle Zhang, de um ano e meio, viajaram de férias para visitar os parentes e retornariam no final de janeiro, mas com o fechamento dos aeroportos da região, não foi possível.

Em uma entrevista para o SBT News, o marido de Hui Zhang, Pablo Lassale, que ficou em Palhoça, pedia emocionado ao governo: “Eu estou há três meses longe delas. Eu não quero que ela fique infectada. Eu não quero que a minha filha fique infectada. Só isso”.

Foto: SBT News / Reprodução.

FEVEREIRO:

  • Família de Palhoça que estava na China pode voltar para casa

No começo de fevereiro, a família de Palhoça que estava na China, conseguiu voltar para casa. Em um vídeo gravado para o SBT Meio-Dia, Hui Zhang agradece aos médicos e envolvidos no retorno. Confira:

  • Primeiro brasileiro é infectado pela Covid-19

O Ministério da Saúde confirmou, no dia 26 de fevereiro, o primeiro caso de um brasileiro infectado pelo novo coronavírus. Um homem de 61 anos, morador de São Paulo, que esteve na Lombardia, no norte da Itália.

Foto: Freepik.
  • Pesquisadores brasileiros fizeram primeiro sequenciamento genético do coronavírus na América Latina

Em fevereiro, pesquisadores brasileiros do Instituto Adolfo Lutz, em parceria com o Instituto de Medicina Tropical da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e com a Universidade Oxford, realizaram o primeiro sequenciamento genético do coronavírus na América Latina em apenas 48 horas.

Foto: CADDE / Reprodução.

MARÇO:

  • Aulas EAD

O Ministério da Educação (MEC) estudava a substituição de aulas presenciais por a distância. Em março, uma portaria autorizou a substituição, por 30 dias, inicialmente.

Foto: Divulgação / MCTIC.

ABRIL:

  • Presidente sancionou o auxílio emergencial

Em abril, foi publicada uma lei que previa o pagamento de uma renda emergencial no valor R$ 600 para autônomos, trabalhadores informais e sem renda fixa durante pandemia.

MAIO:

  • Compra dos 200 respiradores: Justiça determinou apreensão para análise da carga

A Justiça autorizou a apreensão de 200 respiradores comprados pelo Governo de Santa Catarina por R$ 33 milhões, sem licitação e pagos antecipadamente.

  • Protestos contra o racismo marcaram o ano

No dia 25 de maio, o mundo parou com as imagens do homicídio do norte-americano negro, George Floyd, por um policial branco em Minnesota, nos Estados Unidos. No vídeo, Floyd, de 46 anos, estava imobilizado no chão pelo policial Derek Chauvin, que o pressionava com o joelho no pescoço.  Tudo aconteceu em oito minutos e 46 segundos. George Floyd dizia várias vezes “Eu não consigo respirar”, antes de morrer por asfixia. O caso foi o estopim para dar início ao movimento conhecido como “Vidas Negras Importam”, que ganhou as ruas e as redes sociais com protestos contra o racismo.

https://www.instagram.com/p/sWbXndO2KN/

JUNHO:

  • Nuvem de gafanhotos assustou o Sul do Brasil

Uma nuvem de gafanhotos, que teve início no Paraguai e que vinha da Argentina, assustou os moradores do Sul do Estado. A preocupação era, principalmente, com setor agropecuário e de produtores rurais. As chances, divulgadas na época pelo SBT News, eram de 10% dos insetos chegarem em Santa Catarina.

JULHO:

  • Ciclone Bomba fez estragos em Santa Catarina

Segundo informações do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil, as rajadas de vento passaram de 100 km/h. O fenômeno da natureza deixou mortos e desaparecidos. Segundo a Defesa Civil de Santa Catarina, pelo menos 49 municípios foram atingidos. 

Galpão destruído no município de Palmitos. Foto: Divulgação / DCSC
  • Governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, foi alvo de dois processos de impeachment e afastado do cargo

O primeiro pedido de impeachment, feito pelo defensor público Ralf Zimmer Júnior, aceito na Alesc na tarde de 22 de julho, acusava Moisés e a vice, Daniela Reinehr (sem partido), de crime de responsabilidade por aumentar o salário de procuradores do Estado. No dia 24 de outubro, o tribunal especial de julgamento decidiu aceitar a denúncia contra Moisés, mas recusar a parte de Daniela. 

No dia 27 de outubro, Moisés foi afastado do cargo e Reinehr assumiu o governo interinamente. Um mês depois, no dia 27 de novembro, o governador foi absolvido e retornou ao cargo.

O segundo pedido de impeachment, apresentada à Alesc em 10 de agosto por 16 pessoas, entre empresários e advogados, foi aceito pelos deputados no dia três de setembro e denunciava a compra dos 200 respiradores da empresa Veigamed e da tentativa de contratação do hospital de campanha em Itajaí, no Litoral Norte. A votação deste pedido ainda não foi realizada. 

Foto: Maurício Vieira/Secom.

AGOSTO:

  • Brasil ganhou mais 1,6 milhão de habitantes em um ano

Em agosto, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que a população estimada do país é de 211.755.692 pessoas. Em 2019, a população estimada era de 210.147.125 pessoas.

Foto: Paulo Duarte / Pixabay.

SETEMBRO:

  • Célula de R$ 200, com lobo guará, começou a circular

nota de R$ 200, com a imagem do lobo-guará, começou a circular no segundo dia de setembro. Segundo o Banco Central (BC), esta é a sétima cédula da família de notas do Real.

Lançamento da Cédula de R$ 200. Foto: Banco Central.

OUTUBRO:

  • Estreia do SCC 10

No dia 10 de outubro, o SCC 10 ia ao ar pela primeira vez. De acordo com Roberto Amaral, presidente do Grupo SCC, este representou um novo marco na história do Sistema Catarinense de Comunicações. “O lançamento deste novo portal de notícias permite que estejamos ainda mais próximos das pessoas, em sintonia com nosso negócio, que é fazer comunicação com credibilidade e converge com a nossa visão institucional, que é nos tornarmos o melhor grupo de comunicação do Sul do país”.

NOVEMBRO:

  • Eleições Municipais

No dia 15 de novembro, mais de 147 milhões de eleitores brasileiros votaram para eleger prefeitos, vice-prefeitos e vereadores de 5.569 municípios. Em Santa Catarina, apenas Blumenau e Joinville tiveram segundo turno.

Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil.
  • Diego Maradona morre aos 60 anos

No dia 25 de novembro, a notícia da morte de Diego Maradona pegou o mundo de surpresa. Com uma grande presença de torcedores do lado de fora da Casa Rosada, sede do governo da Argentina, em Buenos Aires, o velório de Diego Maradona foi aberto ao público.

Foto: Reprodução.
  • Estiagem em Santa Catarina

A estiagem no Estado, que teve início em junho de 2019, se mostrou a mais severa desde 2005. De acordo com levantamento feito pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa), o Extremo Oeste é a região catarinense onde os cultivos ficaram em situação mais delicada. Em seguida, aparecerem Oeste e Meio Oeste. Milho (silagem e grão), fumo e pastagens sãos as culturas mais atingidas até o momento.

Foto: Julio Cavalheiro / Secom Gov SC.

DEZEMBRO:

  • Criminosos assaltaram banco em Criciúma

Uma quadrilha com armas de grosso calibre assaltou uma agência do Banco do Brasil, no Centro de Criciúma, na primeira madrugada de dezembro. Durante a ação, algumas ruas foram bloqueadas, seis homens foram mantidos como reféns, carros foram abordados e os criminosos colocaram fogo em um caminhão na BR-101, no túnel do Morro do Formigão, em Tubarão. O assalto foi considerado o maior de Santa Catarina.

Buraco em carro mostra a dimensão do poder do armamento dos criminosos. Foto: Reprodução / Rede Social.
  • Enxurrada atinge o Alto Vale do Itajaí

No dia 17 de dezembro, choveu em três horas em Santa Catarina o esperado para um mês inteiro. No desastre, 21 pessoas perderam a vida. Dezoito delas viviam em Presidente Getúlio, a cidade mais atingida. Dos outros três mortos, dois estavam em Rio do Sul e outro em Ibirama.

Presidente Getúlio
Casa é destruída durante enxurrada em Presidente Getúlio. Foto: Clayton Ramos / SCC SBT.
  • Atleta de Blumenau conquistou vaga para Olimpíadas de Tóquio

No segundo final de semana de dezembro, o atleta Felipe Vinicius dos Santos, da Associação Atletismo de Blumenau (AABlu), conquistou uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A conquista da vaga foi durante o Troféu Brasil de Atletismo 2020, disputado de 10 a 13 de dezembro, em São Paulo. O atleta de Blumenau alcançou o índice vencendo a modalidade decatlo, no torneio mais importante da América Latina.

Foto: Wagner Carmo/CBAt

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/tags
block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais