Cotidiano Compartilhar
tudo aumentando

Preço do ovo está mais de 200% acima da inflação, aponta estudo

Pesquisa analisou 40 itens entre 2020 e 2022 e mostra que variação de preços é de 37,60% acima da inflação

Por

• Atualizado

Segundo levantamento do IBPT, o ovo tornou-se o grande vilão dos produtos analisados com aumento de 202,13% acima da inflação | Unsplash, via SBT News
Segundo levantamento do IBPT, o ovo tornou-se o grande vilão dos produtos analisados com aumento de 202,13% acima da inflação | Unsplash, via SBT News

Segundo o levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), divulgado nesta sexta-feira (01), em que foram analisados o preço de 40 produtos entre os meses de março de 2020 e maio de 2022, foi constatado uma variação de preços no patamar de 57,50%, ou seja, 37,60% acima da inflação oficial do mesmo período. O ovo tornou-se o grande vilão.

O dado foi constatado na 3ªedição do “Estudo Sobre Variação de Preços dos Produtos na Pandemia”, que mostra que o ovo foi o produto que apresentou a maior variação de preço, com aumento de 202,13% acima da inflação.

A inflação oficial, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o dado apontou para 19,9% no mesmo período.

Além do ovo, outros produtos também apresentaram diferença significativa na variação de preços em comparação com a inflação.

Argamassa (20 kg), com aumento de 139,46%, açúcar (kg), subiu 110,51%, farinha de mandioca (kg), com acrescimo de 104,60%, carne bovina, com 91,11%, e o etanol-álcool combustível (litro), com 64,24% estão entre os produtos verificados.

Apenas dois itens pesquisados ficaram com a variação de preço menor que o IPCA do período, o caderno 10 matérias (un), com queda de 15,43%, e a caneta esferográfica (un) que descreceu 12,92%.

“Na primeira edição do estudo, divulgada em agosto de 2021, o produto que apresentou maior variação de preço, acima da inflação oficial, foi o arroz, com índice de 122,97%. Já na segunda edição, de fevereiro deste ano, o destaque foi a carne bovina, que havia aumentado 133,70%, nessa mesma comparação. Agora temos os ovos (dúzia), como o grande vilão com índice de 202,13% acima da inflação”, ressaltou o presidente executivo do IBPT, Dr. João Eloi Olenike.

Para a realização do levantmento, o IBPT utilizou a base de dados do aplicativo Citzen, desenvolvido pelo próprio instituto, e sites de venda de produtos online. 

Veja abaixo a tabela com a variação de preços divulgada pelo instituto:

Foto: via SBT News/Divulgação

Veja a reportagem

>>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK

Leia Também

publicidade
publicidade

Veja mais