Cotidiano
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Cotidiano Compartilhar
Vida marinha

Implantes de ouro que auxiliam na reabilitação são colocados em pinguins

O método ajuda na recuperação do quadro clínico dos animais

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Implantes de ouro que auxiliam na reabilitação são colocados em pinguins
Foto: Divulgação, R3 Animal

Fragmentos de ouro 18 quilates foram colocados em dois pinguins-de-Magalhães (Spheniscus magellanicus) que estão em reabilitação na Associação R3 Animal.

Um dos pinguins foi resgatado pelo Instituto Australis, em Palhoça, e o outro pela Univali, em Bombinhas. Os dois animais apresentavam sinais de desequilíbrio, dificuldade de movimentação e cifose. O implante dos fragmentos de ouro ajuda na recuperação do quadro clínico dos pinguins.

De acordo com o veterinário e acupunturista, Lucas Bianchini, os implantes foram colocados em pontos de acupuntura para que haja um estímulo permanente nesses locais, ajudando a parte neurológica, amenizando processos inflamatórios, melhorando a circulação sanguínea e aliviando a dor dos animais. A média de duração do estímulo é de cinco anos.

Quem encontrar um mamífero, tartaruga ou ave marinha debilitada ou morta nas praias pode entrar em contato com a R3 Animal pelo telefone 0800 642 3341.

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/tags
block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais