Segurança
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Segurança Compartilhar
inquérito sigiloso

STF determina que Bolsonaro seja investigado por vazamento de inquérito sigiloso

Ministro do STF abriu processo por divulgação de informações de uma investigação sigilosa da PF

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
STF determina que Bolsonaro seja investigado por vazamento de inquérito sigiloso
Foto: Alan Santos/PR

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta quinta-feira (12) que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) seja investigado pelo vazamento de informações de um inquérito sigiloso da Polícia Federal.

A decisão do magistrado atende a um pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), feito no início da semana: uma notícia-crime sobre suposta conduta criminosa do presidente por ter compartilhado em redes sociais a íntegra de uma suposta investigação da PF sobre um possível ataque ao sistema do Tribunal em 2018.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram Facebook.

Além da abertura de inquérito, Moraes também pede que o conteúdo compartilhado por Bolsonaro seja removido das redes sociais e que o delegado da Polícia Federal responsável pela investigação das eleições de 2018 seja afastado. O delegado deverá, ainda, prestar depoimento para esclarecer informações do caso.

O deputado Filipe Barros (PSL-PR), relator do Projeto de Emenda à Constituição (PEC) do voto impresso na Câmara, também deverá prestar depoimento. “Sem a existência de qualquer justa causa, o sigilo dos autos foi levantado e teve o seu conteúdo parcialmente divulgado pelo Presidente da República, em entrevista conjunta com o deputado Felipe Barros, no intuito de tentar demonstrar a existência de fraudes nas eleições e ratificar suas declarações anteriores, objeto da primeira notitiacriminis”,  diz trecho da decisão do magistrado.

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais