Segurança Compartilhar
Estelionato

PM de Brusque prende suspeitos de estelionato e extorsão mediante sequestro

O carro utilizado no crime foi recolhido ao pátio e os suspeitos, a vítima e a testemunha encaminhados à delegacia de polícia

Por

• Atualizado

Imagem ilustrativa. Foto: PM / divulgação
Imagem ilustrativa. Foto: PM / divulgação

A Polícia Militar de Brusque recebeu a denúncia de uma mulher, nesta segunda-feira (1), que comunicou que estava acontecendo um crime de estelionato e extorsão mediante sequestro, no centro da cidade.

Ela relatou que dois homens estavam tentando abordar idosos e os forçando a entrar em um veículo. A comunicante repassou as características do carro e dos homens, bem como a direção que seguiram.

Poucos metros depois, uma guarnição avistou o automóvel e, ao verem a viatura, três indivíduos fugiam a pé, abandonando o veículo. Um deles foi detido nas proximidades e outro foi preso minutos depois por um policial militar que estava de folga, com ajuda de populares, que o viram em fuga.

Já o terceiro homem envolvido conseguiu fugir. Em depoimento aos policiais, os homens disseram que vieram do Rio Grande do Sul para cometer o crime de estelionato e extorsão. Assim, o carro foi recolhido ao pátio e os suspeitos, a vítima e a testemunha encaminhados à delegacia de polícia.

Como denunciar

A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) reforça que o PMSC Cidadão já está disponível para download e é uma ferramenta importante a serviço da segurança pública. Por meio do App, que pode ser baixado gratuitamente, o usuário pode enviar vídeos, fotos e áudios, que o ajudarão quando for preciso acionar a PMSC, sem necessidade de ligar para o 190. 

O PMSC Cidadão visa também promover, de forma discreta ou anônima, além das denúncias de crimes e contravenções, ações que contrariam as recomendações contra a pandemia de Coronavírus e restrições do Poder Executivo, por meio dos decretos 515 e 521 emitidos pelo Governo do Estado de Santa Catarina.

Como funciona

O contato emergencial, que antes era somente possível por meio do número 190, agora pode ser feito pelo celular. Com ele, o usuário tem a possibilidade de acionar a PM de forma mais rápida e efetiva, com envio dos dados, da localização exata da ocorrência, fotos, vídeos e áudios sobre o incidente, o que proporciona maior clareza e agilidade na comunicação dos fatos e também um maior detalhamento da ocorrência para o atendimento policial.

Como não é necessário falar com um atendente, o usuário terá apenas que registrar ou enviar os dados para a PM, permitindo assim que pessoas com deficiência auditiva e palatal também possam utilizar o aplicativo sem dificuldade.

O aplicativo não substitui totalmente a ligação para o telefone 190. Ele é apenas mais uma ferramenta de apoio ao atendimento de emergência. E quando o cidadão não tiver internet em seu dispositivo móvel, o próprio aplicativo também informa e cria um link direto para uma ligação para o número 190.

>>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK.

publicidade
publicidade

Veja mais