Segurança Compartilhar
Tragédia

Mulher é feita refém e morta a facadas pelo ex-companheiro

Cena de terror durou 12 horas. Homem foi encontrado ferido e também não resistiu

Por

• Atualizado

Uma mulher foi mantida refém pelo ex-companheiro por 12 horas em Petrolina (PE). Segundo familiares, Érico Líbero não aceitava o término da relação e esse seria o motivo do homicídio contra Stefania Gomes do Nascimento.

A polícia tentou negociar a liberação da vítima, porém, quando invadiram a residência, a enfermeira de 44 anos já estava morta e com marcas de facadas por todo o corpo.

Érico estava ferido no pescoço e foi socorrido, mas morreu a caminho do hospital. Ele já tinha sido preso por tentativa de homicídio contra outra ex-companheira. Familiares da vítima relatam que a relação durou cinco anos, sendo marcada por várias agressões.

Com informações do Primeiro Impacto.

>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK

publicidade
publicidade

Veja mais