Segurança Compartilhar
Atenção

Manutenção do GNV pode evitar acidentes graves; Confira!

Na terça-feira (26), um homem de 67 anos morreu enquanto fazia o abastecimento do gás em um posto de combustível do RJ

Por

• Atualizado

Foto: SCC Meio-Dia/Reprodução
Foto: SCC Meio-Dia/Reprodução

As explosões de carros com gás natural veicular (GNV) trouxeram uma preocupação para os motoristas que utilizam o sistema no Brasil. Na terça-feira (26), um homem de 67 anos morreu enquanto fazia o abastecimento do gás em um posto de combustível da Zona Norte do Rio de Janeiro.

Conforme a Federação Nacional da Inspeção Veicular (FENIVE), o cilindro utilizado no veículo em questão não era o mesmo que havia sido inspecionado no carro em 2021. Além disso, o equipamento era de um automóvel que havia sido roubado em 2016.

“A explosão do cilindro ocorre pela irregularidade do objeto. No Brasil, até hoje todas as explosões que houveram foram por problemas relacionados a isso. Então, o cilindro que não foi aprovado no teste que é feito anualmente pelo Inmetro, não deve ser utilizado”, explica o especialista em GNV, Kennedy Niehues.

Os veículos com GNV devem passar por uma inspeção de segurança e, após ser aprovado, o proprietário do carro recebe um selo do Inmetro de porte obrigatório. A cada cinco anos, o cilindro deve passar por um processo de requalificação para garantir suas características mecânicas.


>>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK

publicidade
publicidade

Veja mais