Segurança Compartilhar
explosivo de guerra

Seis crianças morrem após encontrar explosivos no Afeganistão

Uma das crianças teria encontrado o explosivo em uma área próxima e o levado para casa, sem saber o que era e o perigo que carregava

Por

• Atualizado

Ofensiva islâmica vem acontecendo desde maio deste ano | Reprodução/Twitter
Ofensiva islâmica vem acontecendo desde maio deste ano | Reprodução/Twitter

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) denunciou, na quinta-feira (4), a morte de seis crianças causada pela detonação de um explosivo de guerra na cidade de Kunduz, no Afeganistão. Outros três menores ficaram feridos.

Segundo informações da Unicef, uma das crianças teria encontrado o explosivo em uma área próxima e o levado para casa, sem saber o que era e o perigo que carregava. Ao chegar na residência, o objeto explodiu. 

Para a entidade, o incidente mostra a urgência de limpeza nas áreas que foram utilizadas em guerras civis e de conversas com as comunidades sobre os riscos dos objetivos. Apenas no primeiro semestre deste ano, mais de 460 crianças morreram no país por conta de combates internos. 

Após visitar o Afeganistão, o diretor-geral da Organização Internacional para Migrações (OIM), António Vitorino, destacou que o país continua caminhando para um colapso, onde os principais problemas são a seca, a pandemia de covid-19, os conflitos internos e a crise econômica. Vitorino também expressou preocupação com o inverno na região, já que o frio — que chega a -25ºC — pode piorar ainda mais a situação humanitária.

>> Siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

publicidade
publicidade

Veja mais