Saúde Compartilhar
alerta

Veja os cuidados necessários para evitar a transmissão de Leishmaniose

Entre os principais sintomas estão: apatia, perda de apetite, emagrecimento e lesões de pele

Por

• Atualizado

Imagem Ilustrativa | Pixabay
Imagem Ilustrativa | Pixabay

A Leishmaniose é uma doença parasitária transmitida pela picada do inseto flebotomíneo (Lutzomyia longipalpis), popularmente conhecido como mosquito palha. A doença que afeta animais e seres humanos vem procupando a Grande Florianópolis, principalmente o município de Palhoça, que já registrou três casos e está em alerta.

De acordo com Aline Damásio, Superintendente de Vigilância em Saúde de Palhoça, o Município está análisando se os casos identificados são autóctones, de circulação viral do próprio município, ou se são casos importados de outros locais.

Ao identificar casos de leishmaniose a primeira ação é alertar veterinários de clinicas privadas para que fiquem cientes da situação e possam diagnosticar os casos com mais facilidade, e comunicar o município para que a investigação seja iniciada.

A Superintendente alerta também sobre a importância do tutor estar atento aos sintomas e procurar ajuda do veterinário caso desconfie que seu animalzinho está infectado. “Normalmente o cão apresenta apatia, perda de apetite, emagrecimento, lesões de pele na região do nariz, orelha e nas articulações, perda de pelos e crescimento acentuado das unhas. Também é essencial que vacinem os animais contra a doença”, ela informa. Antes da vacinação os profissionais realizam um teste para detectar se o animal já está infectado ou não, e caso não esteja, a imunização é realizada.

Por ser o principal reservatório da doença, o cão pode transmitir a Leishmaniose para o mosquito saudável, através da picada do inseto, que em seguida transmite a doença ao humano. Nas pessoas, os sintomas podem ser facilmente confundidos, já que estão ligados a perda de peso e anemia, e devem ser tratados precocemente.

Assista à reportagem – Cuidados para evitar a transmissão de Leishmaniose

>>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK.

publicidade
publicidade

Veja mais