Saúde Compartilhar
Varíola dos macacos

Estados Unidos declaram varíola dos macacos emergência de saúde pública

Anúncio possibilita tirar dinheiro de fundos emergenciais e contratar funcionários.

Por

• Atualizado

Foto: Reprodução/WHO
Foto: Reprodução/WHO

Com mais de 6.600 infectados pela varíola dos macacos, o governo dos Estados Unidos declarou a doença uma emergência de saúde pública. Nova York, Califórnia e Illinois já haviam declarado o mesmo nos estados.

A declaração ocorre quando o governo de Joe Biden enfrenta críticas sobre a disponibilidade da vacina contra a varíola dos macacos. Clínicas nas principais cidades, como Nova York e São Francisco, dizem que não receberam imunizantes suficientes e, por isso, têm priorizado a aplicação somente da primeira dose. A Casa Branca disse que disponibilizou mais de 1,1 milhão de doses e 80 mil testes por semana.

De acordo com uma declaração do Departamento de Saúde e Serviços Humanos, a agência pode tirar dinheiro de fundos de emergência, contratar ou realocar funcionários para lidar com o surto e tomar outras medidas para controlar o vírus. Uma emergência de saúde pública também pode ser estendida, semelhante ao que aconteceu durante a pandemia de covid-19.

Na semana passada, a Organização Mundial da Saúde chamou a varíola dos macacos de emergência de saúde pública, com casos em mais de 70 países.

>>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK.

publicidade
publicidade

Veja mais