Saúde
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Saúde Compartilhar
Na torcida!

Cientistas começam a testar vacina contra câncer de próstata, pulmão e ovário

Imunizante foi desenvolvido por cientistas da Universidade de Oxford, no Reino Unido

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Cientistas começam a testar vacina contra câncer de próstata, pulmão e ovário
Foto: Agência Brasil

A Oxford Vacmedix, empresa criada por pesquisadores da Universidade de Oxford (Reino Unido), começou a testar uma vacina contra três tipos diferentes de câncer: ovário, próstata e pulmão. Os testes estão sendo conduzidos pelos cientistas da companhia.

De acordo com a Oxford Vacmedix, a primeira fase da testagem contará com um grupo bem reduzido. Isso porque apenas 35 voluntários receberão três doses do imunizante. Haverá intervalo de duas semanas entre cada aplicação e os pacientes em questão (todos eles em tratamento contra o câncer) serão monitorados por pesquisadores durante seis meses.

A vacina contra câncer de próstata, pulmão e ovário tem como base o desenvolvimento de uma versão sintética da proteína survivina, que é liberada no organismo por células cancerígenas e impedem o sistema imunológico de agir contra a doença. O objetivo dos cientistas à frente do projeto é fazer com que o imunizante “ensine” o corpo a reconhecer e a atacar tumores.

Segundo o portal Metrópoles, os pesquisadores indicam que os resultados iniciais são promissores. Eles, no entanto, pedem cautela. Isso porque, conforme ressaltam, é necessário aguardar para acompanhar se os voluntários sofrerão algum tipo de efeito colateral.

>> Siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Avanço da medicina e hábito saudável permitem vida mais longa a idosos
Por: Agência Brasil

Em pouco mais de dez anos, o número de idosos no Brasil aumentou em 11 milhões de pessoas. Em 2010, o país tinha 19 milhões de habitantes com mais de 60 anos de idade. Em 2021, esse número chegou a 30,3 milhões de pessoas, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A expectativa para as próximas décadas é que esse número continue aumentando. Projeções estimam que, em 2060, três em cada dez brasileiros serão idosos.

Para o gerente de Estimativas e Projeções de População do IBGE, Márcio Minamiguchi, o aumento do número de idosos vem acompanhado de uma mudança de perfil dessa parcela da população ao longo dos anos.

“Aqueles idosos que hoje em dia chegam a idades mais avançadas, certamente, vão ter um tempo de vida maior e mais saudável em comparação com o passado. Ser idoso agora é bem diferente do que há algumas décadas.”

Atualmente, a expectativa de vida no Brasil é de quase 77 anos – em 2010, era de 73 anos.

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/tags
block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais