Política Compartilhar
Política

Procurador assume interinamente a secretaria da Casa Civil; veja os detalhes

Após Filipe Mello, advogado e filho do governador, desistir do cargo, procurador de carreira foi nomeado para a secretaria da Casa Civil

• Atualizado

Redação

Por Redação

Foto: Ricardo Wolff e Júlio Cavalheiro/Secom
Foto: Ricardo Wolff e Júlio Cavalheiro/Secom

O procurador do Estado para Assuntos Administrativos, Marcelo Mendes, foi nomeado para o cargo de secretário adjunto da Casa Civil pelo governador Jorginho Mello. A alteração na pasta foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (11).

Marcelo Mendes assume o cargo até então ocupado por Maria Teresinha Debatin, que foi realocada para o cargo de secretária adjunta de Administração, na pasta de mesmo nome.

Imagem: Diário Oficial do Estado de Santa Catarina / Reprodução

O posto de chefia da secretária da Casa Civil segue em aberto, isso porque o procurador será interino, tocando a pasta na posição de adjunto. Inicialmente, Jorginho havia anunciado que nomearia o filho, o advogado Filipe Mello. Entretanto, a indicação gerou polêmica e levou o PSol a ingressar com um pedido de Mandado de Segurança Coletivo pedindo que Justiça obrigasse o governador a se abster de nomear o filho. O desembargador Diogo Pítsica chegou a indicar que, legalmente, nada impediria a nomeação, por não ser considerado nepotismo a nomeação de familiares para cargos de caráter político.

Na última terça-feira (9), o imbróglio sobre a nomeação de Filipe Mello teve um fim após o advogado desistir do cargo. O filho de Jorginho publicou um texto em seu perfil no Instagram onde explicava a decisão e destacava: “Quem nos conhece sabe da relação que temos e sabe que não preciso de emprego. Minha vida está solidificada na advocacia, profissão pela qual sou apaixonado e exerço na sua plenitude”, escreveu no Instagram”.

O governo deve avaliar o nome que assumirá a chefia da pasta com calma. O indicado deve ser definido somente em fevereiro, com o retorno dos trabalhos na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc).

Quem é Marcelo Mendes

Marcelo Mendes tem 42 anos, é advogado especialista em Direito Público, mestre em Ciência Jurídica e ingressou na carreira de procurador do Estado em 2006. Na PGE, já atuou como procurador-chefe da Procuradoria do Contencioso (Procont), chefe da Consultoria Jurídica e procurador-geral adjunto para Assuntos Jurídicos.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×