Quinta-feira, 04 de março de 2021.

Carolina Linhares

[email protected]
Founder da Academia Brasileira de Mentores, da empresa Neo Labor e Instituto Brasileiro de Carreira. Conselheira da ACIF, ADVB e Excelência SC.
Colunistas compartilhar compartilhar

Como ser um mentor de sucesso

No processo de mentoria não cabem achismos e especulações.

Data de Publicação: 23/02/2021 08:25
Foto Pixabay

Preparação, autoconhecimento e método são os três pilares para se tornar um mentor de sucesso.

O primeiro passo é se preparar. Isso não significa ter um diploma na parede. Afinal a várias pessoas que atuam em áreas diferentes de sua formação acadêmica e que são referências no mercado. Ser um bom profissional envolve uma série de elementos-chave que aumentam seu repertório, ampliam seus conhecimentos e agregam valor a sua imagem profissional.

Visto que o mentor assume o papel de guia, compartilhando e orientando seu mentorado para que ele atinja o objetivo de forma inteligente, centrada e promissora. A bagagem e experiência para o mentor é primordial. Não é à toa que a busca pelo aprendizado deve ser constante. O ofício de compartilhar e ensinar deve estar diretamente associado ao do conhecimento porque eles se retroalimentam.

Autoconhecimento

Outro pilar muito importante é o autoconhecimento. Para um bom mentor se autoconhecer é fundamental. Este profissional deve, antes de tudo, saber onde quer estar. É necessário ter a maturidade e fazer o exercício de se autoconhecer e, com isso, saber quais são suas competências e experiências para que elas deem o norte da definição do público-alvo. Pois o mentor precisa se dedicar a este nicho, conhecer o cenário macro e local, entender sua dinâmica, seus gargalos e identificar soluções.

>>Aposentar ou desaposentar?

Método de trabalho

O terceiro pilar para o sucesso do mentor é o seu método. O bom mentor deve ter um método bem definido que promova o engajamento dos seus mentorados. Pois o mentor não é o único responsável pelo manejo e desenvolvimento do projeto. É preciso que haja uma conexão, afinidade e empatia entre as duas partes. Visto que o envolvimento e o acreditar no objetivo enriquecem a parceria. Essa segurança na identificação permite a assinatura de um contrato lúcido, com a clareza do que se pretende, qual a responsabilidade de cada um nesse processo, prazos e metas.

São estes componentes que vão definir a metodologia a ser empregada, ponto muito importante nessa jornada, pois vai determinar como o mentorado vai conquistar seus objetivos. É preciso sensibilidade, discernimento e inteligência do mentor para compreender o cliente, suas habilidades, desenvolturas e dificuldades. O desempenho dele deve ser acompanhado de perto e direcionado por uma metodologia bem definida.

Amarrar pilares

Por fim, todos estes pilares devem estar bem amarrados. Neste processo de mentoria não cabem achismos e especulações. Devem ser pontuados os resultados, os mecanismos e as conquistas obtidas durante a parceria para obter-se um resultado de sucesso.


>> Para receber as informações mais importantes do dia pelo WhatsApp, gratuitamente, basta clicar AQUI!

>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM FACEBOOK.

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desse site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Resposta em linha
Ver todos os comentários
Botão Topo Botão Topo
fale conosco
siga-nos
© Copyright 2020 SCC - Sistema Catarinense de Comunicações.