Negócios
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Negócios Compartilhar
Sem sair de casa

Vendas de supermercados por meio de canais digitais crescem 110% em Santa Catarina

Impacto foi em operações de retirada na loja, tele-entrega por meio de redes sociais, aplicativos e e-commerce direto

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Vendas de supermercados por meio de canais digitais crescem 110% em Santa Catarina
Foto: Divulgação

Nos supermercados de Santa Catarina, as vendas por meio de canais digitais tiveram crescimento médio de 110%, incluindo operações de retirada na loja, tele-entrega por meio de redes sociais, aplicativos e e-commerce direto. A informação foi divulgada pela Associação Catarinense de Supermercados (Acats).

De acordo com a pesquisa, 68% das empresas indicaram crescimento nas vendas não presenciais, com 100% na média. Há casos de até 400%, mas os patamares estão bem variados, a maioria indicando 100% a 150%. Para 10% das empresas, as vendas nestes canais não se modificaram, enquanto 6% responderam que não fazem uso de canais digitais. Outro contingente de 16% não respondeu.

O dado apurado pela ACATS em Santa Catarina é muito parecido com uma pesquisa nacional feita pela consultoria Ebit/Nielsen, que apurou crescimento de 96% na categoria de varejo de autosserviços. A projeção feita para o comércio eletrônico em geral, no Brasil, indica que este formato de negócio deve registrar R$ 111 bilhões em 2020, segundo estudo realizado pela Kearney, consultoria global de gestão estratégica.

Para o Presidente da ACATS, Paulo Cesar Lopes, é notório o crescimento das vendas não presenciais nos supermercados como consequência direta da pandemia, mesmo com os supermercados permanecendo abertos durante todo esse tempo. “As compras pelo meio digital estão no radar das empresas há vários anos, só que a ocorrência da pandemia acelerou os processos e isso abrange todos os portes de empresas e os mais variados formatos, desde a compra via rede social até o canal de e-commerce clássico. Acredita que seja um caminho sem volta, porém, de forma alguma substituirá o modelo presencial. Os formatos irão coexistir e se complementar”, afirma.

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/tags
block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais