Cotidiano Compartilhar
Recuperação

Taxa de desemprego cai para 9,3% em 2022; menor patamar desde 2015

Segundo IBGE, índice reflete recuperação da economia após pandemia

• Atualizado

SBT News

Por SBT News

Imagem Ilustrativa | Foto: Fecomércio | Divulgação
Imagem Ilustrativa | Foto: Fecomércio | Divulgação

A taxa média de desocupação caiu para 9,3% em 2022, esse é o menor patamar registrado desde 2015 (8,6%). Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, divulgados nesta terça-feira (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).  

O comércio foi o setor que mais empregou. Na comparação anual, a taxa é inferior aos 13,2% alcançados em 2021. Segundo a Pnad, a taxa de informalidade foi de 38,8% da população ocupada, representando 38,6 milhões de trabalhadores informais.

O Brasil totalizou 10 milhões de pessoas desocupadas, queda de 3,9 milhões (-27,9%). Em relação à população ocupada, o país registrou 98 milhões, alta de 7,4%.

De acordo com a pesquisa, o rendimento médio teve aumento nas atividades de Construção (6,8%), Transportes, armazenagem e correio (3,9%), Alojamento e alimentação (6,4%), Administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (2,8%) e serviços domésticos (2,2%).

A taxa de desocupação das mulheres foi de 9,8%, enquanto a dos homens, 6,5%, no 4º trimestre de 2022. A Pnad destaca que, na categoria cor ou raça, a taxa de ficou abaixo da média nacional para brancos, com 6,2%, e acima para pretos (9,9%) e pardos (9,2%).

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Leia Também

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×