Direto Ao Voto
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Direto Ao Voto Compartilhar
Pré-candidato

“Reconstruir o Brasil vai ser mais difícil do que ganhar eleição”, diz Lula ao oficializar pré-candidatura

Petista faz discurso voltado para retomada da economia e de investimento, em evento de pré-candidatura

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
“Reconstruir o Brasil vai ser mais difícil do que ganhar eleição”, diz Lula ao oficializar pré-candidatura
Ex-presidente Lula oficializa pré-candidatura à presidência da República | Foto: Reprodução/ SBT News

No lançamento da pré-campanha à presidência, o ex-presidente Luiz Inácio Lula Silva (PT) mirou na economia e defendeu a retomada de investimentos. Afirmou que o Brasil precisa de livros em vez de armas, disse que as famílias estão se endividando para sobreviver, criticou o atual governo, e disse que vai valorizar a arte e cultura. “Sem a arte a vida fica mais dura, por isso nós vamos apostar muito na cultura”. 

“Viver ficou mais caro. E o mas triste é que grade parte dessa dívida dessas familiar, está se endividando não para pagar a viagem de férias com o filho ou para pagar a casa própria, a compra de uma televisão ou de uma geladeira, eles estão se endividando para comer. ou seja, o Brasil voltou a um passado sombrio que havia superado”.

Lula ainda elogiou o vice, Geraldo Alckmin, e disse que os discursos não foram combinados entre eles, mas mostram a harmonia entre os candidatos. “Lula e Chuchu vai ser o prato predileto de 2022 e vai ser o prato da moda no Palácio do Planalto a partir de 2022”, garantiu. O pestista ainda citou a ex-presidente Dilma Rousseff, pelo menos duas vezes, durante o discurso. “Ela tem a grandeza de ter sido a primeia mulher presdenta do país”. E disse conclamou: “não é para ter medo de provocações, de redes socias”. 

O evento reuniu, segundo a organização, pelo menos quatro mil pessoas. E contou com a participação de políticos e artistas. Na abertura o hino nacional foi interpretado pela cantora Tereza Cristina. No discurso, Lula prometeu investiu na cultura e criticou a atuação do governo.

“Nenhum país será soberano se o seu povo não tiver acesso à saúde, segurança, emprego e alimentação de qualidade. Mas a cultura também precisa ser tratada com um bem de primeira qualidade. Não haverá soberania enquanto o atual governo continuar tratando os artistas como inimigos a serem abatidos e não como geradora de riqu

>>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK

block/article/tags
block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais