Meio Ambiente Compartilhar
Vacinação

Morte de vinte macacos em Anitápolis causa alerta sobre febre amarela

O resultado demora cerca de 30 dias para chegar, só depois será possível afirmar se os animais morreram por febre amarela

Por

• Atualizado

Foto: Prefeitura de Anitápolis | Divulgação
Foto: Prefeitura de Anitápolis | Divulgação

Vinte macacos foram encontrados mortos em Anitápolis, região Metropolitana de Florianópolis. De acordo com a Prefeitura do Município, os moradores da região já comunicam sobre as mortes dos macacos em diversas comunidades da cidade há algum tempo. A Secretaria Municipal de Saúde de Anitápolis realizou ação neste sábado (27) para vacinar a população para febre amarela.

Uma equipe da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) esteve no município no dia 14 de fevereiro, fazendo a coleta de amostras de tecido dos animais para análise no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). O resultado demora cerca de 30 dias para chegar, só depois será possível afirmar se os animais morreram por febre amarela.

Morte de vinte macacos em Anitápolis causa alerta sobre febre amarela
Foto: Prefeitura de Anitápolis | Divulgação

O que é febre amarela?

A febre amarela é uma doença grave, transmitida por mosquitos em áreas silvestres e próximas de matas. Os macacos sinalizam a circulação do vírus da febre amarela, porque vivem no mesmo ambiente que o mosquito transmissor da doença e são os primeiros a adoecer. A morte ou o adoecimento dos primatas é um alerta para os gestores e profissionais de saúde adotarem medidas de prevenção, uma vez que a doença nestes animais precede os casos humanos. “Quando um macaco doente ou morto for encontrado é importante que a população comunique a Secretaria Municipal de Saúde o quanto antes”, alerta João Fuck, gerente de zoonoses da DIVE/SC.

O SISS-Geo é um aplicativo que pode facilitar essa comunicação. Acessando o sistema é possível tirar uma foto do animal e marcar a localização que ele foi encontrado. As informações chegam instantaneamente até os órgãos de saúde. O SISS-Geo está disponível para aparelhos móveis com Sistema Operacional Android e também para IOS.

Os macacos não transmitem o vírus para humanos, por esse motivo os animais não devem ser mortos, mas preservados. A forma de se prevenir da doença é por meio da vacina.

>> Febre Amarela: casos suspeitos em Lages estão sendo monitorados pelo município

>> Confirmada a morte de macacos por febre amarela em Palmeira


>> Para receber as informações mais importantes do dia pelo WhatsApp, gratuitamente, basta clicar AQUI!

>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK.

publicidade
publicidade

Veja mais