Coronavírus
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Coronavírus Compartilhar
Para o bem de todos

Saúde pública: OMS pede que governantes cancelem eventos de final de ano

Agravamento da disseminação da nova variante provocou a volta das restrições em diversos países

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Saúde pública: OMS pede que governantes cancelem eventos de final de ano
SBTNews\Reprodução

A rápida disseminação da variante ômicron do coronavírus provocou a volta das restrições em vários países. A Suíça, por exemplo, decidiu adiar a realização do fórum econômico mundial, que tradicionalmente acontece no começo do ano, em Davos.

Na Holanda, nessa segunda-feira (20), foi o primeiro dia útil com lockdown, que vai durar, pelo menos, até o dia 14 de janeiro. Preocupada com o avanço da variante ômicron pelo continente, a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) aprovou o uso da vacina da Novavax contra a covid-19, em pessoas com 18 anos ou mais.

Em Israel, estão proibidas as viagens para os Estados Unidos e vários países europeus, a menos que haja um motivo considerado essencial pelas autoridades. O governo israelense já registrou quase 150 casos da ômicron no país. No Reino Unido são pelo menos 12 mortes provocadas pela ômicron e mais de 100 internações de pacientes com a variante.

Diante disso, o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou aos governantes que cancelem ou adiem eventos programados para o natal, para evitar o agravamento da crise.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais