×
×

Escolha sua região:

Segunda-feira, 14 de junho de 2021. Santa Catarina Mude de região ▼
MENU
O portal da notícia
em Santa Catarina.
BUSCAR
Coronavírus
MENU
BUSCAR
Coronavírus
publicidade
block/article/header
Coronavírus Compartilhar

Orientação

MPSC recomenda restrições de acordo com classificação de risco de Florianópolis

Florianópolis permanece com classificação grave, por isso, algumas medidas de enfrentamento deverão ser adotadas.

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
MPSC recomenda restrições de acordo com classificação de risco de Florianópolis
Foto: Leonardo Sousa, PMF, Divulgação

O Ministério Público de Santa Catarina publicou na manhã desta quinta-feira (29), recomendação de restrições que se aplicam de acordo com a matriz de classificação de risco das regiões. Florianópolis permanece com classificação grave, por isso, algumas medidas de enfrentamento deverão ser adotadas, são elas:

  • Supensão de atividades em cinemas, teatros , casas noturnas, museus, assim como de eventos, shows e espetáculos que acarretem em reunião de público.
  • Suspensão de concentração e de permanência em espaços públicos de uso coletivo, como parques, praias e praças, com exceção da prática de esportes individuais.
  • Fiscalização e encerramento de atividade em estabelecimentos que não estejam atendendo as normas sanitárias de prevenção à Covid-19, sejam elas orientadas por regramento específico ou geral, como uso obrigatório de máscara, distanciamento entre pessoas, prioridade na ventilação natural e disponibilização de álcool gel 70% para higienização das mãos.
  • Autorização de funcionamento condicionada ao cumprimento de Portaria SES que regulamentam protocolos sanitários específicos das seguintes atividades:

– Bares e restaurantes de atendimento no local; – shopping centers, galerias, centros comerciais; comércios de rua e geral; atividades relacionadas ao turismo que já possuam regramento específico, como hotéis, pousadas, albergues e afins, ficando restrita as demais atividades relacionadas até a respectiva regulamentação por meio de Portaria.

As orientações levaram em consideração o aumento de casos em consequência do último feriado, que registrou aglomeração de pessoas em praias e em espaços públicos.

block/article/tags
query/general/query-columnist
Colunistas
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news
Scroll Up