×
×

Escolha sua região:

Sexta-feira, 30 de julho de 2021. Santa Catarina Mude de região ▼
MENU
O portal da notícia
em Santa Catarina.
BUSCAR
Coronavírus
MENU
BUSCAR
Coronavírus
publicidade
block/article/header
Coronavírus Compartilhar

Adiamento

Covid-19: Janssen adia entrega de 3 milhões de vacinas

Previsão de chegada ao Brasil era nesta terça-feira (15), mas prazo foi adiado

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Covid-19: Janssen adia entrega de 3 milhões de vacinas
Imagem ilustrativa. Foto: Governo Federal | Divulgação.

O Brasil não vai mais receber na terça-feira (15) no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo o primeiro carregamento com 3 milhões de doses da vacina Janssen ao Brasil, do contrato de 38 milhões de doses.

Em nota, o Ministério da Saúde informa que a “chegada das doses antecipadas da vacina Covid-19 da Janssen ao Brasil aguarda confirmação da data por parte do laboratório, mas a expectativa é de que as doses cheguem ainda esta semana ao país em três remessas”.

Também em nota a farmacêutica disse que compartilhará novas informações assim que houver atualizações. “A companhia está comprometida em oferecer acesso global igualitário à sua vacina contra a covid-19 em um modelo sem fins lucrativos para uso emergencial durante a pandemia. Como parte deste compromisso, reconhece a importância de assegurar que as pessoas no Brasil tenham acesso ágil à sua vacina.”

No final de semana, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga estava bem animado com a chegada das vacinas da Janssen “Temos um ponto positivo de que essas doses têm um desconto de 25% ao valor anteriormente acertado e isso ocasiona numa economia de cerca de R$ 480 milhões. Outro ponto é que o pagamento só ocorrerá em relação às doses que efetivamente forem aplicadas”.

Segundo a equipe do Ministério da Saúde, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) vai analisar a possibilidade de seguir a decisão da agência norte-americana, que ampliou a validade das doses da vacina para 18 semanas.

“A Anvisa está discutindo a possibilidade de ampliar o prazo de validade das vacinas [da Janssen], embora entendamos que isso não vai ser necessário, porque confiamos no Programa Nacional de Imunização e na capacidade que temos de vacinar toda a população brasileira”, afirmou Queiroga, informando que as primeiras doses recebidas serão destinadas apenas às capitais por conta da logística.

A vacina da Janssen é aplicada em dose única e possui cerca de 85% de eficácia. A previsão é que o imunizante comece a ser distribuído aos Estados em 48 horas.


>> Para receber as informações mais importantes do dia pelo WhatsApp, gratuitamente, basta clicar AQUI!

>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM FACEBOOK.

query/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news
Scroll Up