×
×

Escolha sua região:

Sábado, 04 de dezembro de 2021. Santa Catarina Mude de região ▼
MENU
O portal da notícia
em Santa Catarina.
BUSCAR
Coronavírus
MENU
BUSCAR
Coronavírus
publicidade
block/article/header
Coronavírus Compartilhar

Imunização

Covid-19: AstraZeneca apresenta injeção que funciona a longo prazo

Medicamento é indicado a pessoas não-infectadas que não reagem bem às vacinas.

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Covid-19: AstraZeneca apresenta injeção que funciona a longo prazo
Foto: Freepik

A farmacêutica AstraZeneca apresentou, nesta quinta-feira (18), os últimos resultados de uma injeção que previne a covid-19 em pessoas não-infectadas que não reagem bem às vacinas. Segundo a empresa, o medicamento, dado de uma vez com duas injeções sequenciais no braço, ofereceu 83% de proteção ao longo de seis meses.

Em agosto, uma leitura inicial do teste de estágio avançado da Provent apontou que a terapia, denominada AZD7442 ou Evusheld, já havia demonstrado proteção de 77% contra doenças sintomáticas depois de três meses.

A empresa ressaltou ainda que um estudo separado em pacientes com covid-19 leve ou moderado mostrou que uma dose mais alta de AZD7442 diminuiu o risco de agravamento dos sintomas em 88% quando administrada até três dias após os primeiros sintomas. 

“Estes dados novos se somam ao conjunto crescente de indícios que apoiam o potencial do AZD7442. Estamos avançando com pedidos regulatórios em todo o mundo e esperamos fornecer uma nova opção importante contra o SARS-CoV-2 o mais rapidamente possível”, disse o vice-presidente-executivo da AstraZeneca, Mene Pangalos, em um comunicado.

Os esforços para aumentar as opções contra a covid-19 continuam. No último dia 16, por exemplo, a farmacêutica Pfizer anunciou que está buscando a autorização de uso emergencial para o seu tratamento combinado, conhecido como Paxlovid, que consiste em três comprimidos administrados duas vezes por dia.

Segundo a empresa, os ensaios clínicos demonstraram uma redução de 89% no risco de hospitalização ou morte pela doença entre as pessoas que receberam o medicamento nos primeiros três dias de aparição dos sintomas.

>> SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM FACEBOOK.

query/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news