Bem-Viver
templates/template-single-article-texto
block/single-columnist/block-header

Vanessa Cruz

Especialista em Urgência e Emergência e Saúde da Família, Enfermeira e Coord do DEP do Hospital Tereza Ramos em Lages, e Professora na Uniplac.

[email protected]
block/article/header
Bem-Viver Compartilhar
Vanessa Cruz

Por que você não deve ignorar uma dor de cabeça?

A dor de cabeça atinge pelo menos 70% da população

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Por que você não deve ignorar uma dor de cabeça?
Foto: reprodução/internet

A cefaleia mais conhecida como dor de cabeça se apresenta como um desconforto que atinge pelo menos 70% da população, segundo a Sociedade Brasileira de Cefaleia. Por ser um problema tão comum e que atinge várias faixas etárias, muitas pessoas, ignoram o incômodo até mesmo quando ele dura dias ou semanas. Geralmente a causa é por problemas “simples” como: resfriado, uma noite mal dormida, estresse ou má alimentação, porém também pode ser um sinal de doenças graves.

Conheça as 10 doenças com esse sintoma

Diabetes

Um dos sintomas do controle inadequado da glicose (seja ela alta ou baixa) pode ser a dor de cabeça, uma vez que situações que causam desequilíbrio metabólico no perfeito funcionamento do organismo podem causar esse tipo de dor. Os diabéticos podem ter neuropatias cranianas, as quais podem causar também dores de cabeça.

Pressão Alta

A hipertensão provoca a contração das artérias, pois há um aumento da pressão dentro do crânio e isso estimula terminações nervosas sensitivas para a dor gerando muita sensação de dor, principalmente na região da nuca,(região occipital), ela pode vir acompanhada de visão dupla, de sonolência e da dificuldade para respirar.

Fibromialgia

É uma condição de causa desconhecida caracterizada por pontos musculares dolorosos disseminados pelo corpo associado a quadros emocionais. Tem como sintomas: fadiga, sono não reparador, dificuldade de concentração e dor crônica generalizada.

Meningite

É uma inflamação das meninges cerebrais, que são as membranas que envolvem o cérebro. Ela pode ser viral, bacteriana, fúngica, química ou neoplásica. Durante o processo inflamatório, ocorre a liberação de substâncias que vão ativar os terminais dolorosos das meninges e dos vasos sanguíneos e provocar dor de cabeça.

Sinusite e Rinite

É processo inflamatório e infeccioso da sinusite e da rinite ocorre dentro de uma cavidade nasal e frontal pouco distensível. A inflamação, o estiramento de tecidos, e o aumento da pressão dentro dos seios da face e das narinas ativam as terminações nervosas livres, o que resulta na dor de cabeça.

Hidrocefalia

A hidrocefalia é um aumento da pressão intracraniana devido à pressão do líquor, também conhecido como líquido cefalorraquidiano e que cumpre a função de proteger o tecido nervoso dos impactos. Esse aumento de pressão distende a membrana mais externa e próxima à pele, causando dor.

Tumor Cerebral

A dor de cabeça é considerada um sintoma frequente em casos de tumores cerebrais. O tumor causa um aumento da pressão dentro do crânio, gerando uma dor de cabeça difusa, que piora ao acordar ou ao baixar a cabeça.

MAV (Malformação Arteriovenosa Cerebral)

É uma condição que ocorre devido um emaranhado de artérias e veias no cérebro ocasionado por um defeito de formação ainda no útero. Na MAV, há uma diferença de pressão por onde o sangue passa nas veias e esta diferença pode causar ruptura das veias causando hemorragias, como (AVE hemorrágico).

AVE (Acidente Vascular Encefálico)

Conhecido também como AVC, o AVC hemorrágico é causado pelo rompimento dos vasos sanguíneos causando hemorragia intracerebral e as  dores de cabeça estão ligadas a um AVC. Caracterizam-se por serem abruptas, atingindo intensidade máxima dentro do primeiro minuto de ocorrência em um indivíduo sem dor de cabeça prévia ou com dores de cabeça diferente das que já tem. Ela pode se manifestar com sonolência, dificuldade na fala ou dificuldade motora. Ao apresentar um quadro como esse é importante que a pessoa procure uma Unidade de Pronto atendimento ou Emergência para ter o diagnóstico o mais rápido possível antes de um agravamento ou de nova ruptura, que pode ter consequências fatais.

Fica a Dica

Esteja atento aos sinais e sintomas do seu corpo. Procure atendimento médico ou uma  Unidades de Pronto Atendimento se tiver dor de cabeça forte, que surge de repente, ou persiste por dias, não cede com o uso de medicações comuns e está associada a sintomas como confusão mental, sonolência, febre alta, desmaios, convulsões, rigidez da nuca ou alterações motoras.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais