×
×

Escolha sua região:

Sexta-feira, 30 de julho de 2021. Santa Catarina Mude de região ▼
MENU
O portal da notícia
em Santa Catarina.
BUSCAR
Colunistas
MENU
BUSCAR
Colunistas
publicidade
block/single-columnist/block-title

Vanessa Cruz

Especialista em Urgência e Emergência e Saúde da Família, Enfermeira e Coord do DEP do Hospital Tereza Ramos em Lages, e Professora na Uniplac.

[email protected]
block/article/header
Colunistas Compartilhar

Vanessa Cruz

E se o coração parou de bater?

Saiba o que fazer quando o coração de outra pessoa parar de bater, e o motivo for uma parada cardiorrespiratória (PCR)

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
E se o coração parou de bater?
Foto: Freepik | Banco de Imagens

De repente está você e seu pai na sala assistindo televisão e ele desmaia ao seu lado. O que devo fazer? Os sinais indicam que o coração não está mais funcionando, ou seja, que ele está parado e você percebe que ele não está respirando, logo ele está tendo uma parada cardiorrespiratória (PCR). Neste momento é preciso agir rápido, a fim de salvá-lo, porém você sabe como deve proceder?

O que é uma parada cardiorrespiratória?

É uma anormalidade grave do organismo que faz com que o coração deixe de bombear sangue e oxigênio para todos os órgãos cessando todas as atividades elétricas. A falta de fluxo de oxigênio pode comprometer o funcionamento de alguns órgãos, como por exemplo, o cérebro, esse suporta apenas 4 minutos sem o aporte de oxigênio, após esse período as sequelas podem ser irreparáveis podendo levar o indivíduo a morte cerebral.

O que fazer frente a uma parada cardiorrespiratória?

O primeiro passo é identificar de que o indivíduo realmente está em parada cardiorrespiratória e de que não é um episódio de desmaio, logo comece chamando-o verificando se ele consegue lhe responder, você pode também tocar em seus ombros estimulando-o a falar ou a se mexer. Verifique se ele está respirando.

Chame a emergência!

Você conseguiu confirmar de que a vítima realmente está desacordada e não está respirando antes de iniciar as compressões de reanimação é preciso entrar em contato com a emergência, ligando para o SAMU no telefone 192, especialmente se não houver outras pessoas com você. Se você estiver sozinho deixe o celular no viva voz para ficar com as mãos livres. Certifique que você está em um local seguro para iniciar a reanimação cardiopulmonar.

Para leigos o procedimento deve ser feito 100 a 120 compressões por minuto; 2 polegadas (5 cm) de profundidade, pelo menos. Durante um período de 2 minutos. Se tiver mais pessoas que possam ajudar o ideal é revezar as compressões para que se tornem efetivas.

De acordo com a American Heart Association (AHA), responsável pelas diretrizes desse procedimento, a indicação atual da reanimação cardiopulmonar é:

Coloque a pessoa deitada com barriga para cima em uma superfície firme, por exemplo, no chão, ajoelhe-se ao seu lado, de frente para o seu tronco e localize o centro do tórax, especificamente a linha entre os mamilos, você deve estender seus braços, sobrepor as mãos e entrelaçar os dedos, coloque-as sobre o ponto localizado anteriormente e, usando seus joelhos como apoio, inicie as compressões, jogando o peso do seu corpo sobre o tórax da vítima.

Mantenha os braços retos durante todo o procedimento e comprima constantemente o peito da vítima, dando total atenção ao ritmo, profundidade e velocidade.

A música “Stayin Alive’’, dos Bee Gees pode lhe guiar durante o procedimento. A comunidade médica reconhece que a canção fornece o ritmo, ou seja, a batida ideal para realizar as compressões no peito para Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP).

>> Para receber as informações mais importantes do dia pelo WhatsApp, gratuitamente, basta clicar AQUI!

>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK

query/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news
Scroll Up