Roberto Azevedo

O jornalista Roberto Azevedo tem 39 anos de profissão, 17 deles dedicados ao colunismo político. Na carreira, dirigiu equipes em redações de jornal, TV, rádio e internet nos principais veículos de Santa Catarina.


Política Compartilhar
Eleições 2024

Ricardo Guidi mantém pré-candidatura pelo PSD de Criciúma e aguarda por pesquisa

Disputa envolve o prefeito Clésio Salvaro, que apoia Arleu da Silveira

• Atualizado

Por

Divulgação
Divulgação

Deputado federal e atual secretário estadual do Meio Ambiente e Energia Verde, Ricardo Guidi declarou, nesta segunda-feira (26), que mantém o projeto à prefeitura de Criciúma pelo PSD e que tem o apoio do governador Jorginho Mello, presidente estadual do PL. A manifestação veio um dia após o outro pré-candidato pessedista, o vereador licenciado Arleu da Silveira, apoiado pelo prefeito Clésio Salvaro, divulgar uma foto ao lado do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e do advogado Guilherme Colombo (PL), antes do ato da Avenida Paulista, no domingo (26).

Jair Bolsonaro, Arleu da Silveira e Guilherme Colombo. Divulgação

A reação em alguns setores conservadores da maior cidade do sul catarinense foi de reprovação à atitude de Arleu, criticado por não ser de extrema direita, tampouco ter defendido, em algum momento, as posições de Bolsonaro.

O próprio deputado estadual Jessé Lopes (PL) foi um dos que levantaram a polêmica, enquanto boa parte cobrou que Arleu quer surfar na onda do ex-presidente da República. Na visita a Bolsonaro, o pré-candidato de Clésio estava acompanhado pelo marido da deputada federal Júlia Zanatta, que é prima de Ricardo Guidi.

Clésio teria prometido à deputada a posição de vice na chapa de Arleu, daí a mudança de postura da parlamentar, que um dia assessorou Guidi na Assembleia. O PL também deverá indicar o vice de Ricardo Guidi, embora exista acenos de outros partidos como MDB, PP e União Brasil, interessados em compor na chapa.

Levantamento deverá indicar a melhor escolha, decide a cúpula

O ex-senador e governador Jorge Bornhausen, além do presidente nacional do PSD, o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab, e o líder do partido na Câmara Federal Antônio Brito (PSD-BA), pré-candidato à presidência da Casa, fecharam um acordo para que a escolha do candidato em Criciúma deva se dar pelo posicionamento em uma pesquisa ainda a ser encomendada.

Isto deve ocorrer antes das convenções, marcadas para o período entre 20 de julho e 5 de agosto. Guidi disse à coluna que acredita nesta costura, embora saiba que o deputado estadual Julio Garcia, uma das maiores lideranças da região, esteja afinado com o projeto de Clésio.

Arleu deve se filiar ao PSD no dia 6 de março, durante a janela partidária, regra que vale para vereadores. Guidi disse que, por coerência e responsabilidade, não tem como deixar o partido sob pena de perder o mandato de deputado federal.

Há um impasse de grandes proporções em Criciúma, que tem, como pano de fundo, uma disputa de lideranças entre Clésio Salvaro e o clã Guidi, que tem eleitorado consistente e história política no município, mas ainda uma projeção para 2026, onde o PSD quer ter candidato a governador.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×