Direto Ao Voto
templates/template-single-article-texto
block/single-columnist/block-header

Prisco Paraíso

Comentarista político no SCC SBT desde 2015, atuando nos dois jornais da emissora: SBT Meio-dia e SBT News. 

[email protected]
block/article/header
Direto Ao Voto Compartilhar
Prisco Paraíso

MDB rachado para o pleito de 2022

De alguma maneira, esse grupo expressivo está tentando criar um fato consumado, no sentido do alinhamento do partido à reeleição do governador.

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
MDB rachado para o pleito de 2022
Imagem Ilustrativa. Foto: Facebook | Reprodução

Mais de 80 prefeitos, duas ou três dezenas de vices, os noves deputados estaduais do MDB, dois ex-governadores, Paulo Afonso Vieira e Eduardo Moreira, entre outras lideranças, marcaram presença num jantar esta semana no palácio residencial.

Todos fechadíssimos com Moisés da Silva. De alguma maneira, esse grupo expressivo está tentando criar um fato consumado, no sentido do alinhamento do partido à reeleição do governador. Agora, esse fato consumado, muito embora a mobilização tenha sido representativa, carece de amparo legal.

Por isso que os defensores do apoio a Moisés encaminharam ao deputado Celso Maldaner, presidente estadual do Manda Brasa, uma carta pedindo a convocação da executiva estadual. Eles já teriam a maioria no colegiado interno para tentar impor ao partido o respaldo ao governador que vai à reeleição.

Dúvida

Não se sabe, contudo, se a Executiva é a instância correta ou o Diretório do MDB para este tipo de encaminhamento. Outro aspecto. Sem o consentimento e a presença do presidente Celso Maldaner, qualquer movimento mais agudo tem tudo para ir desaguar na Justiça. Não está na regra do jogo decisões partidárias sem o devido respeito à hierarquia do partido.

Rito

Antídio Lunelli, é bom lembrar, foi escolhido pré-candidato do partido nas prévias em que os outros concorrentes desistiram. Regimentalmente, ele é o nome do partido até a convenção. O lançamento da candidatura está confirmado para o dia 11 em Curitibanos.

Trator ligado

Estão querendo atropelar a candidatura do jaraguaense e fechar com Moisés antes do dia 11. Depois de lançada oficialmente a candidatura, fica ainda mais difícil tirar Antídio do jogo.

Insistência

Resta saber se vão conseguir. Não é porque prefeitos, deputados e vices querem um determinado caminho que se pode simplesmente destituir o pré-candidato do partido.

Vácuo

Outra questão que não pode ser ignorada é o fato de o MDB ter 90 e poucos prefeitos. Há, portanto, outros 200 municípios em Santa Catarina em que a sigla não está alojada na prefeitura. Mas tem diretórios e militantes emedebistas. A base quer candidatura própria.

Motivação

Eduardo Moreira está fechado com o governador porque foi nomeado para um belo e muito bem remunerado cargo no BRDE. Paulo Afonso Vieira por motivos ideológicos. Considera Antídio um político bolsonarista.

E aí?

O pré-candidato emedebista saiu-se bem e com uma declaração de efeito depois da reunião de seus correligionários com o Moisés da Silva. Declarou que os prefeitos podem ir normalmente ao governador atrás dos convênios, mas o Pix acaba em junho! Um dia depois, aliás, Antídio Lunelli seguiu seus roteiros normalmente e até sentou para um papo com o deputado Julio Garcia (PSD).

Segue o baile

Celso Maldaner, a seu turno, não tomou conhecimento desse movimento em direção ao chefe do Executivo estadual.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

block/article/tags
block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais