Colunistas
templates/template-single-article-texto
block/single-columnist/block-header

Fernando Machado

Jornalista desde 2008, é apresentador do SBT Meio-dia, repórter de rádio e produtor de conteúdo para site e mídia sociais.

[email protected]
block/article/header
Colunistas Compartilhar
Fernando Machado

“Floripa pode ter réveillon como todos os anos”: Quem acredita em isolamento no verão, está muito enganado!

O que vem depois disso é que preocupa. Em algumas cidades os casos voltaram a subir e a taxa de distanciamento social é cada vez menor

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
“Floripa pode ter réveillon como todos os anos”: Quem acredita em isolamento no verão, está muito enganado!
Réveillon em Florianópolis. Foto: Divulgação, PMF

A prefeitura de Florianópolis está confiante para a temporada de verão. Indiscutivelmente a cidade tem as mais duras regras de proteção ao COVI-19, além de forte fiscalização ao cumprimento dos protocolos. Florianópolis ao longo dos meses de pandemia, contrariou diversas cidades e, enquanto muitas liberavam, Floripa restringia ainda mais. As decisões, na maioria das vezes rodeadas de polêmicas e críticas, surtiram efeito e a Capital vive momentos mais confortáveis da doença. Confortáveis comparando com as semanas de pico, mas como o próprio “covidômetro” mostra, a região ainda registra risco grave. Mesmo assim a cidade quer fazer festa de réveillon, inclusive existe possibilidade que seja um réveillon no formato de anos anteriores. Foi o que disse o secretário de Turismo de Floripa, Fábio Queiroz em entrevista ao SBT Meio-dia. Queiroz declarou também que vai ser difícil controlar os espaços públicos, aquela história do aplicativo pra usar a praia está descartada. Nunca daria certo.

Por outro lado, a cidade vai criar um “selo de segurança” para ajudar na escolha de lugares seguros, que respeitem as regras. É sobre isso que vamos falar agora. Como vai ser o verão? Pouco se fala em planejamento. As regras atuais valem para esse período, a temporada de verão é algo completamente diferente. Muita gente, em todos os lados e de todos os cantos. Com as “regrinhas’” de hoje, não vai existir controle nenhum. E essa é a expressão a ser usada agora: “controle” não: “confinamento”.

Fato que a estabilidade nos casos, fez o assunto COVID perder espaço, a população cansou, o que já era esperado. O que vem depois disso é que preocupa. Em algumas cidades os casos voltaram a subir e a taxa de distanciamento social é cada vez menor. Por isso é necessário fala sobre planejamento para o verão. Quem acreditada que a população vai ficar isolada, está muito enganado. Não é só uma opinião, é a realidade dos últimos dias. Praias lotadas, comércio movimentado, bares com fila de espera. Esse cenário não é uma possibilidade, é a realidade e cabe aos gestores um planejamento especial para esse momento que vamos viver.

Restringir tudo não é a solução e se aplicado, dificilmente será respeitado. Ninguém suporta mais essa situação. Sem falar no calor, nas compras de fim de ano, o réveillon. A discussão aqui é um planejamento integrado e que cobre conscientização e não restrição total. A temporada de verão vai ser a salvação pra muita gente, digo em questões financeiras mesmo, por isso ela precisar fluir com segurança.

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais