Bem-Viver
templates/template-single-article-texto
block/single-columnist/block-header

Maria Ester

Jornalista, apresentadora do SBT Meio-dia e especialista em Gestão de Comunicação.

[email protected]
block/article/header
Bem-Viver Compartilhar
Maria Ester

Como está sua criança interior?

Existe uma criança dentro de todos nós, e boa parte da nossa essência vem dessa fase da vida.

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Como está sua criança interior?
Foto Instagram, Reprodução

Desde que as redes sociais começaram a fazer parte das nossas vidas, no 12 de outubro é sempre assim: pessoas resgatando fotos da infância para postar. E entre uma fofurinha aqui, um bebezinho alí, eu me deparei com uma postagem de um terapeuta que já tive o prazer de entrevistar algumas vezes quando morei em Joinville. Marcos Alexandre é o nome dele.

Chamou a minha atenção a seguinte pergunta: “Como está a sua criança interior?”

Porque sim, existe uma criança dentro de todos nós. Ele conta que é aquele nosso lado mais infantil, inocente, divertido. E acredite, boa parte da nossa essência vem dessa fase da vida. Outro ponto que o especialista lembra é que é daí que vem também muitas mágoas, ressentimentos, feridas que podemos carregar por anos e anos. Dores que se não forem tratadas podem ter consequências em vários aspectos na vida adulta – finanças, relacionamentos, saúde, bem-estar físico, mental e emocional. Aí a importância de saber como anda a criança que você carrega aí dentro, para então tratá-la.

Para ajudar a entender melhor, o Marcos criou um teste capaz de identificar a quantas anda a criança interior de cada um. E o melhor: você mesmo pode fazer!

“Bora” começar?!

  • Passo 1. Sente-se confortavelmente com papel e caneta nas mãos. Respire fundo, feche os olhos e dê um comando mental para ver-se como criança. Apenas deixe fluir naturalmente. Veja com que idade você aparece na imagem: pode ser como um bebê de menos de 1 ano ou como uma pessoa de 9 ou 10 anos de idade. Note em que local você está e quem está no ambiente com você. Preste atenção na sua percepção do ambiente, das pessoas e de seus sentimentos. Como está essa criança e o que está acontecendo com ela? Como ela se sente? Abra os olhos e escreva todas as respostas.
  • Passo 2. Escreva em um papel as áreas que acha importantes em sua vida. Por exemplo: saúde, finanças, relacionamentos, carreira, amizades, etc.
  • Passo 3. Para cada área, escreva como você se sente nesse momento em sua vida.
  • Passo 4. Veja qual a relação sobre o que você escreveu nos passos 1 e 3. Em que áreas da vida você usou as mesmas palavras que usou para descrever a criança? A idade e o local em que você se viu também são importantes, pois revelam que o que aconteceu ali tem ligação com a sua vida adulta hoje. Agora que você sabe um pouco mais sobre essa criança que existe em você e como ela afeta sua vida, que tal dar uma atenção maior a ela? Como o próprio Marcos escreveu:

“Nunca é tarde para curar uma criança interior”.

Quem quiser conhecer mais sobre o trabalho dele, vale a pena dar uma olhada no Instagram: @marcosalexandreterapeuta

Feliz dia das Crianças!

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/tags
block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais