Colunistas
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Colunistas Compartilhar
Imagem

Desconforto com a autoimagem nas redes sociais tem levado as pessoas aos centros cirúrgicos

Não tem o nariz perfeito da Xuxa? Nariz feinho nas redes sociais está fazendo o povo recorrer à cirurgias plásticas, pode?

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Desconforto com a autoimagem nas redes sociais tem levado as pessoas aos centros cirúrgicos
Foto Pixabay

A expectativa de apresentar-se bem nas fotos e fazer sucesso nas redes sociais está mexendo com o comportamento de muitas pessoas. Na era das imagens instantâneas e a superexposição em aplicativos como Instagram, Facebook e Tik Tok veio à tona uma nova realidade, conhecida como a síndrome de selfie. Insatisfeitos com a autoimagem, muitos usuários têm recorrido aos consultórios de cirurgiões plásticos, com um propósito bem específico: corrigir as imperfeições, sobretudo no rosto.

Este fenômeno, ativado pelas redes sociais, cresceu ainda mais durante o período de isolamento social. E a rinoplastia, procedimento para correções funcionais e estéticas do nariz, tornou-se a mais requisitada. A busca de informações por essa intervenção cirúrgica cresceu vertiginosamente nas plataformas de pesquisa do Google, com aumento de 4.800% desde março.

“A Rinoplastia é uma das cirurgias mais procuradas, e nessa época de pandemia, essa região da face acabou ficando em maior evidência, o que fez com que tivesse um despertar das pessoas para a área que tanto define a harmonia facial”, explica o médico cirurgião plástico, Amir El Haje, da Clínica Athenée, de Florianópolis.

De um modo geral, as intervenções cirúrgicas na região da face ganham cada vez mais espaço, tanto que a rinoplastia, antes mesmo da pandemia do novo coronavírus, já figurava entre um dos cinco procedimentos estéticos mais procurados, com grande popularidade entre todos os gêneros.

“Esta é uma das cirurgias que definimos como unissex, ou seja, não há uma preferência por este ou aquele sexo. Ambos a procuram igualmente nas mesmas proporções. Porém, é importante ressaltar, que este procedimento deve ser realizado a partir dos 17 anos, pois até esta idade ocorre uma transformação do nariz que estabiliza sua anatomia após este período”, ressalta o cirurgião.

O formato mais procurado

Foto Pixabay

Se antigamente os padrões de beleza eram pré-definidos a partir das capas de revista, hoje, com o advento da internet, são as redes sociais que moldam os novos perfis estéticos. E não é de hoje que as celebridades contribuem para a consolidação de arquétipos físicos, estabelecendo modelos que reverberam nas mais diversas redes sociais.

Entre os perfis mais procurados está o nariz da Duquesa de Cambridge, Kate Middleton. Entretanto, para o cirurgião Amir El Haje, cada paciente tem a sua peculiaridade.

“O formato ideal vai depender muito da anatomia particular de cada um, por isso a consulta presencial é fundamental, onde médico e cliente definirão juntos as queixas, as expectativas e o perfil ideal para o resultado final”.

Cuidados especiais: da escolha do médico ao repouso após a cirurgia

Como qualquer outra cirurgia, o pré e o pós-operatório da rinoplastia requer cuidados bastante específicos. “A primeira é a escolha de um profissional que faça parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, pois quando se fala em Estética, este profissional é o mais bem preparado para tal. A escolha do local a ser realizada a cirurgia, como hospitais ou clínicas bem equipadas, assim como a realização de todos os exames pré-operatórios e acima de tudo, o cuidado no pós-operatório seguindo todas as recomendações médicas de não realizar exercícios físicos antes de 30 dias, não se expor ao sol precocemente, são alguns dos cuidados para obter o êxito no procedimento”, lembra Amir El Haje, que ainda observa:

“O resultado é imediato, mas a plenitude vem somente após um ano.

Então, o que vocês pensam SCC10 lovers?

Eu penso que devemos nos amar do jeito que nascemos! Claro, se tivermos condições para dar um up no narizinho pode ser um plus!

O que importa é aquele nosso amor próprio (aquela dose gordinha e transbordante de autoestima), quem está de bem consigo não está preocupado em sair bem na selfie!

Bom é ser feliz, né? Se for com o nariz arrebitadinho, que maravilha!

Colaboração: Maristela Amorim

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/tags
block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais