Colunistas
templates/template-single-article-texto
block/single-columnist/block-header

Fernando Machado

Jornalista desde 2008, é apresentador do SBT Meio-dia, repórter de rádio e produtor de conteúdo para site e mídia sociais.

[email protected]
block/article/header
Colunistas Compartilhar
Fernando Machado

Acabou a quarentena? Dois pesos e duas medidas!

Mesmo com alguns setores econômicos impedidos de retornarem, sob pena de multa, atividades muito menos essenciais estão a todo vapor

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Acabou a quarentena? Dois pesos e duas medidas!
Foto: Reprodução, redes sociais

O texto de hoje não é para fazer julgamento, nem mesmo para criticar, vamos fazer uma reflexão do que estamos vivendo. A quarentena acabou de fato e esse feriadão está sendo a prova disso. Mesmo com alguns setores econômicos impedidos de retornarem, sob pena de multa, atividades muito menos essenciais estão a todo vapor.

Afinal de contas, qual a diferença de uma praia lotada, para um evento, uma festa ou o cinema, por exemplo? Essas são algumas das atividades que continuam suspensas, pelo risco grave de contaminação. O questionamento aqui, não é para o risco que essas atividades podem gerar, todos nós podemos imaginar o que significaria uma aglomeração em um show, por exemplo. O questionamento é sobre a proibição em alguns setores e a liberação ou a falta de cobrança para outros. Algumas atividades que geram empregos, renda, movimentam a economia continuam completamente suspensas, enquanto isso, praias estão lotadas, passeatas de candidatos ganham as ruas. Aglomerar sem protocolo nenhum de segurança, pode, mas reorganizar outros setores da economia, para a volta gradual e com regras de proteção, não pode. Não que uma praia lotada não seja bom para economia, mas tem atividade mais importante do que um banho de mar, penando e esperando pela melhora no quadro de risco da pandemia.

Também não é hora de defender o fim dos protocolos, a situação ainda é grave, como o próprio mapa da pandemia mostra. O questionamento é apenas referente aos critérios, do que pode e o que não pode. Neste domingo diversas praias registraram grande movimentação, foi o caso da praia do Rosa, no Sul.

Muita aglomeração, de arrepiar, mas segundo a Polícia Militar de Imbituba, nenhum problema registrado. Isso quer dizer, que não houve aquela cobrança de semanas atrás, onde o simples fato de estar na praia, era uma grave ocorrência. Não é hora de descuidar, mas também não dá mais de cobrar uma quarentena dura as pessoas, completamente esgotadas dessa situação e com os números da doença melhorando. O que dá para fazer é ter mais coerência nas restrições que ainda estão vigentes, não pesar demais de um lado só.

Veja o vídeo a seguir:

https://www.youtube.com/watch?v=Pq8hmldJscs&feature=youtu.be

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais